Atenas é hoje uma cidade moderna, com mais de 2500 táxis, um caos. De cima, no topo, a Acrópole segue majestosa, tortuosa, mas nunca indiferente ao seu legado. Desconstruída em ruínas de magnitude e beleza artística, terra de antigos tiranos e berço da democracia, renasce como uma deidade mística, bela e imponente frente ao caos de uma cidade modernizada. Como não sentir ali os passos de Sócrates?

Seguindo esses passos, mas agora aproveitando-se da modernidade e pegando o ônibus que refaz parte do caminho antes trilhado pelos filósofos e peregrinos de toda a espécie, seguimos para Delfos, aos passos de Heródoto. Onde estaria a fonte das ninfas, a bela Castália, lugar de banho para as sacerdotisas, as Pítias que revelavam o futuro? Estaria ainda lá tudo isso ou a modernidade também ali as devorou, tal qual Cronos fazia com seus filhos?

Na cidade de 2 ruas, está tudo lá: a fonte, o oráculo, as mesmas paisagens que os antigos gregos contemplaram, os filósofos, os santos e os tiranos.

Publicidade
Publicidade

Beba daquela água perto da beira do abismo de uma estrada antiga que, dizem os locais, tornam o homem imortal. 

O oráculo está lá, junto com a pedra famosa, meteorítica, que marca o centro do mundo e foi motivo de reverência por séculos. Dois mil e quatrocentos anos depois, ainda é possível sentir os passos dos sacerdotes locais, imaginários ou não, surgindo como uma lembrança das sombras da História. Olhamos para o Oráculo, ele que já fez sua magia, movimentando pessoas, causando lembranças, guardando os arquivos do tempo.

Encontrando o Templo de Apolo e seguindo pela trilha, chega-se ao antigo local de treinamento e jogos, a origem das Olimpíadas. E a vista do monte Parnaso é simplesmente emocionante, revigorante para o viajante, espetacular em termos de apreciação. Essa mesma vista monumental que reza a lenda, é a morada dos deuses.

Publicidade

O vinho local é recomendado nessa terra de Diónisos, o deus dos vinhedos e guardião da cidade no inverno, e terra de Apolo no verão, o deus que carrega o Sol e dono do Oráculo de Delfos. Viajar até à Grécia, e particularmente a Delfos, é uma experiência singular que vale a pena ser vivida.

E se você quiser viajar sem gastar muito, veja aqui também algumas dicas de como economizar em viagens internacionais.

Qual sua #Viagem de sonho? Deixe seus comentários em baixo! #Natureza #Turismo