Ficar mais de 10 dias em uma praia do Nordeste brasileiro é um privilégio que pode se transformar em pesadelo sem o planejamento da #Viagem. Muitas pessoas dizem assim: estive em Porto de Galinhas e não achei nada demais. Gosto não se discute, no entanto esse pode ser um sinal de que o visitante não aproveitou bem aquele paraíso.  Veja algumas dicas para curtir intensamente a estadia nesse pedacinho de Pernambuco e, “de quebra”, conhecer cidades próximas.

1 – COMIDA – Que a gastronomia nordestina é um atrativo de turistas, isso não há quem duvide. Em Porto de Galinhas há três restaurantes que reúnem sabores inesquecíveis da região.

Publicidade
Publicidade

No Barcaxeira, coma a macaxeira gratinada com recheio de carne de sol. É escondidinho maravilhoso e com preço justo! No Beijupirá peça o Beijucastanha, um peixe grelhado com manteiga de castanha de caju. Prepare o bolso, porque é uma refeição cara. Por fim, no Marangatu a dica é o filé de peixe servido com molho de laranja e farofa de castanha. Escolha uma mesa no segundo andar do restaurante, onde a vista é bem bacana.

2 – PISCINAS NATURAIS – Aprenda que para aproveitar bem a estadia em Porto de Galinhas será preciso consultar diariamente a tábua de marés. Com ela, você pode verificar momentos de alta e baixa e traçar seus planos de passeio pela praia. Visitar as piscinas naturais é uma excelente opção quando a maré estiver em nível mínimo. Você poderá ir caminhando da areia até o meio do mar, onde estão os recifes que formam as piscinas naturais.

Publicidade

É isso mesmo: esqueça as jangadas que ficam levando os turistas no mar e vá caminhando.

3 – VIDA SAUDÁVEL – Se você não abandona a vida saudável nem durante as férias, a dica é correr na estrada que liga Porto de Galinhas a Maracaípe, uma praia vizinha. É uma estradinha de chão que tem sombra em boa parte da manhã. Você foge de correr na areia fofa, mas não perde a visão do mar durante a atividade matinal. Separe uma tarde para seguir por essa mesma estrada em direção ao Rio Maracaípe e curta um pôr do sol incrível do local. É uma caminhada de cerca de uma hora até ao ponto bacana do rio e vale o esforço.

4 – COMPRAS – Aquele rolezinho nas lojinhas da cidade é essencial. Se você não for um comprador compulsivo que carrega lembrancinha para todo mundo a família, mas quiser levar algo que realmente vale a pena, compre o bolo de rolo. É delicioso, tem de vários tamanhos e vai despachado na mala sem nenhum problema. Não exagere para evitar problemas no aeroporto!

5 – O ENTORNO – É interessante alugar um carro em Porto de Galinhas para conhecer outras praias.

Publicidade

A vizinha Muro Alto não é muito atrativa para o turista “avulso”. É praia para quem está hospedado em resort, mas coloque no roteiro se tiver tempo. Com cerca de 40 minutos de estrada, você chega à Praia de Calhetas na cidade de Cabo do Santo Agostinho. Dá para curtir o dia todo em uma paisagem muito diferente de Porto de Galinhas. O visual é sensacional.  Tire um dia para esticar até Maragogi. Fica em outro estado (Alagoas), mas é tão pertinho que nem se percebe. Lá alugue um barco para conhecer e fazer snorkel nas piscinas naturais em alto mar.

6 – DE BARCO  – Se deixe convencer pelos vendedores de passeios que ficam catando turistas na praia e faça o pacote Praia Carneiros/ Ilha de Santo Aleixo. É um dia inteiro de passeio de barco parando nesses dois locais de paisagens únicas.

Porto é um destino nacional imperdível que não perde em nada para belezuras de países vizinhos! #Entretenimento #Turismo