Idealizado pelo mineiro Bernardo de Mello Paz na década de 80, o Instituto dispõe de um importante acervo de #Arte contemporânea e uma coleção de botânica com espécies de todos os continentes. Os pavilhões, galerias e esculturas estão distribuídos em 140 hectares. Segundo a equipe do Inhotim, estima-se que, para conhecer todo o acervo são necessários 3 dias de visitação.

Cada cantinho tem algo para se ver e tudo vale a pena, pode apostar! Mas se tiver que escolher considerando 1 dia de visitação, algumas galerias merecem destaque.

No mapa de localização, o Instituto está divido em três partes de cores diferentes.

No traçado laranja, as galerias da Adriana Varejão (G7), Valeska Soares (G14) e a Cosmococa (G15), são obrigatórias.

Publicidade
Publicidade

Principalmente as duas últimas, é uma experiência sensorial incrível.

No traçado amarelo, encontra-se o Galpão com obras de artistas diferentes, mas a obra de Janet Carditt destaca-se, toca a alma. E, a galeria Cildo Meireles que expõe três obras do artista, é encantadora.

E por último, no traçado rosa, inicie pela galeria de Doug Aitklen (G10), passe pela obra de Matthew Barney (G12), depois as impactantes galerias de Miguel Rio Branco, somente para maiores de 18 anos e a imensa e recém inaugurada Claudia Andujar (G23), com 1.600m² de área construída, retrata a experiência da fotógrafa na tribo Yanomani.

Entre uma e outra, os olhos se perdem nos jardins e esculturas ao ar livre. O Vandário, que é um deck com aproximadamente 350 tipos de orquídeas e as esculturas de bronze fundido de Edgar de Souza, estão localizadas na região central entre o traçado amarelo e rosa, são apaixonantes.

Publicidade

Para otimizar o tempo é possível comprar os ingressos online e ao chegar no Instituto somente escolher se quer ou não acrescentar o transporte interno. O transporte é uma boa opção se a visitação for apenas de um dia. O mapa de localização fica disponível no site do Inhotim ou na entrada onde se troca o ingresso por uma pulseira.

A estrutura do Instituto é admirável, restaurantes, lanchonetes e banheiros, todos acessíveis e impecáveis. E para finalizar, tênis no pé e roupa leve.

Aproveite o passeio e apaixone-se pelo Inhotim, brasileiríssimo! #Entretenimento #Viagem