Apesar de ter lidado com muitas críticas do público e de especialistas, o longa "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" conseguiu obter feitos recordes nas bilheterias dos Estados Unidos em sua semana de lançamento. Apesar de ser feriado de Páscoa, a produção da DC Comics e da Warner Bros, dirigida por Zack Snyder, amealhou pouco mais de US$ 170 milhões, assegurando a primeira colocação dos filmes mais assistidos neste fim de semana nos EUA.

No embalo do lançamento do blockbuster, "Batman vs Superman: A Origem da Justiça", obteve façanhas para a DC Comics, que nunca tinha colocado uma produção própria no topo das bilheterias.

Publicidade
Publicidade

Além disso, o filme marca o melhor lançamento de um longa na história para o período do mês de março e entra no top 10 das maiores bilheterias de uma estreia nos Estados Unidos. A obra ficou com a sexta colocação nesta lista.

Com 151 minutos de muita pancadaria e ação, a produção retrata o inusitado embate entre os dois heróis mais emblemáticos da DC Comics. Batman, um super-herói sem poderes adquiridos, mas extremamente hábil e dotado de diversos aparatos tecnológicos, tenta conter a destruição causada pelo "excesso de força" de seu adversário, que esteve em atrito com o General Zod. Não demora para que os dois partam para as vias de fato. Neste contexto, ainda surge o eterno vilão Lex Luthor (Jesse Eisenberg), eterno inimigo do Homem de Aço, e a heroína Mulher-Maravilha, que ainda terá seu filme solo.

Publicidade

O que pode ser avaliado de imediato, com a estreia da produção, avaliada em aproximadamente US$ 250 milhões, mais os custos de distribuição, é de que os fãs ignoraram os comentários ácidos dos críticos. O galã Ben Affleck assumiu o papel de Batman após a última franquia que teve o elogiado Christian Bale na pele do Homem Morcego, com a direção de Christopher Nolan. Já Henry Cavill continua como Superman.

Segundo o público, a força dos personagens supera com facilidade o que qualquer crítica possa vir a descrever como um filme com roteiro frágil, pautado somente em pancadaria e um pouco fora do contexto original do que a DC costuma oferecer. Ou seja, trata-se de um real indício de que a DC Comics, juntamente com a Warner Bros, possam bater de frente com sua principal adversária, a Marvel, que já se estabilizou no mercado cinematográfico há bastante tempo, especialmente por conta do sucesso dos Vingadores. #Entretenimento #Cinema #Arte