A Grécia desperta o respeito, a curiosidade e a vontade de conhecê-la em diversas pessoas pelo mundo afora. Mesmo com a crise econômica que o país atravessa nos últimos anos (apesar de uma leve melhora recentemente), o seu carisma não foi apagado. Estar na Grécia significa descobrir uma história surpreendente e uma identidade forjada devido a sua localização entre a #Europa, África e Ásia. 

A República Helênica cuja capital é Atenas e tem como forma de governo o parlamentarismo, recebe muitos turistas de fora, inclusive brasileiros. Tudo na Grécia beira a extremos, é um país que repentinamente funde tranqüilidade e caos.

Publicidade
Publicidade

Mesmo nas cidades maiores como Atenas e Thessaloniki (a 2.ª cidade do país situada no norte grego) existem as minúsculas, amistosas e acolhedoras vizinhanças que são diferentes das conturbadas avenidas principais dos seus centros urbanos, comumente engarrafadas. 

Há ainda as ruínas arqueológicas de tempos ancestrais, testemunhas milenares da história da humanidade, convivendo em harmonia com uma vida noturna efervescente e inesquecível. Fenômeno idêntico acontece com os mercados populares de rua que ficam lado a lado com oficinas da alta costura europeia e mundial. 

A Grécia é sedutora por natureza, logo cativando as pessoas, apresentando deslumbrantes céus azuis e transparentes, paisagens fantásticas, tesouros da cultura em âmbito global e um povo apaixonado e carismático. Foi na Grécia, o berço da democracia, lugar de debates políticos e ideológicos intensos; de lá surgiram os Jogos Olímpicos e toda a estrutura da filosofia do Ocidente.

Publicidade

Enfim, se o país pudesse ser resumido, poderia ser dito que é um tesouro ou patrimônio antigo. 

São obras de arte a céu aberto, ideologia e pensamento político borbulhantes e uma arquitetura única que convidam à reflexão, ao menos por um minuto. Naquele país existem 18 sítios que fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO, destacando-se a Acrópole em Atenas, a cidade medieval da ilha de Rodes e também os sítios arqueológicos do santuário de Delfos, Olímpia e Micenas. Vale frisar que a Grécia consta na lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade também da UNESCO. 

A culinária grega é feita a base de ingredientes tenros e frescos, sendo bem característica da cozinha mediterrânea. Sendo uma república democrática e membro da União Européia, a Grécia tem um presidente que representa o poder executivo por 5 anos. Já o legislativo é obtido com os deputados do parlamento, os quais são votados pelos gregos. 

A língua grega é a oficial do país, porém um número considerável da população fala o inglês e outras línguas minoritárias como o albanês, búlgaro e turco, o que faz certo sentido uma vez que são os idiomas dos países fronteiriços a Grécia. 

Aos visitantes brasileiros, aconselha-se deixar sempre uma gorjeta que varia dos 12% aos 15% do valor total da conta, se ficar satisfeitos com os serviços prestados.

Publicidade

Os mesmos turistas podem se locomover, assim como a maior parte da população grega por meio de ônibus e táxis que são transportes públicos muito comuns naquela parte do mundo. 

A primavera grega é repleta de beleza e flores, sendo a melhor estação comprovadamente do ano para visitar a Grécia ou mesmo começar a morar no país. As primaveras gregas têm temperatura agradável não se comparando ao calor sufocante do verão e nem ao frio com neve do inverno.  #Turismo #Curiosidades