O ex-BBB Laércio Mouro foi preso na manhã desta segunda-feira (16) e sua assessoria está fazendo de tudo para libertá-lo, inclusive chegou a propor nas redes sociais que fosse feita uma "vaquinha" para que os fãs contribuíssem com alguma quantia em dinheiro, só que a grande maioria das pessoas se recusou a participar. Foi realizada uma enquete para saber o que os usuários da rede social achavam, e cerca de 95% dos participantes se posicionaram contra.

Através da conta do próprio Laércio, no Twitter, a proposta da "vaquinha" surgiu como uma possível solução para o ex-BBB, preso em Curitiba acusado de estuprar uma menina de 13 anos.

Publicidade
Publicidade

O crime teria ocorrido em 2012 e o designer de tatuagens tem negado tudo.

Os usuários do Twitter foram questionados se ajudaram nas doações para que o dinheiro arrecadado pudesse ser utilizado para tirar Laércio da cadeia. Milhares de pessoas fizeram questão de votar na enquete, sendo que 95% foi contra e preferiram deixar o brother preso. Somente 5% estava disposto a doar algum valor, mas até o momento a assessoria não se pronunciou se irá ou não realizar a "vaquinha", até porque não seria possível arrecadar a quantia necessária com este número tão baixo de adesão à ideia.

Laércio de Moura negou em seu depoimento que tenha estuprado a menina, foi a informação dada pela delegada Daniela de Andrade do Nucria - Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes.

Publicidade

Só que a delegada também informou que para o crime que ele está sendo investigado não cabe fiança, e por isto o ex-BBB vai continuar preso por tempo indeterminado.

Acompanhado do advogado Ronaldo Manoel Santiago, Laércio negou todos os fatos e preferiu não entrar em maiores detalhes e preferiu falar apenas em juízo sobre a denúncia que está sendo feita contra ele. O advogado informou que as acusações contra seu cliente são infundadas, já que ele mal conhece a menina e que o único relacionamento deles foi pela internet e que jamais saiu do mundo virtual e concluiu: "Nunca teve conjunção carnal".

Outra alegação do advogado de Laércio é que a garota teria mentido a respeito da idade e chegou a dizer para ela que tinha mais de 18 anos. Só que o advogado caiu em contradição porque disse então que seu cliente se encontrou com a garota uma única vez e que depois todos os contatos foram pela rede social e era apenas amizade.

A jovem, que hoje tem 17 anos, foi até a delegacia e confirmou todas as acusações contra Laércio e ainda disse que quando tinha 13 anos recebeu do acusado bebida alcoólica, que já é um outro crime. #Famosos #BBB Big Brother Brasil #Ana Paula