Os artilheiros ficaram devendo no último final de semana, quando foi dado o pontapé inicial para o Campeonato Brasileiro de 2016. Nos dez jogos válidos pela primeira rodada, houve somente 14 gols, dando uma média de 1,4, pouco acima da metade do histórico da competição, que é de 2,6 tentos por partida. O grande destaque ficou por conta do Palmeiras. No sábado, no duelo de maior público da rodada (33.629 pagantes), o Verdão, no Allianz parque, fez valer a pressão de sua torcida e aplicou sonoros 4 a 0 sobre o Atlético/PR. Destaque para Gabriel Jesus, autor de dois gols. Roger Guedes e Thiago Martins completaram o placar.

Outro brilho aconteceu na manhã de domingo.

Publicidade
Publicidade

Em um clássico nordestino de duas equipes que retornavam à Primeira Divisão, Grafitte, marcando duas vezes, foi o responsável pelo Santa Cruz golear o Vitória por 4 a 1, diante de 20.038 pessoas no Gigante do Arruda, em Recife. Fernando Gabriel e Keno (pênalti) completaram o triunfo do Santinha, enquanto Kieza descontou para a agremiação rubro-negra de Salvador, capital da Bahia.

"Show" de 1 a 0

Já a partida que reuniu o menor público aconteceu na tarde de domingo, na Arena Independência, em Belo Horizonte. Somente 1.955 espectadores viram o Fluminense, com gol de Fred, aos 38 minutos do primeiro tempo, derrotar o América/MG, atual campeão mineiro, por 1 a 0.

Aliás, a diferença mínima se repetiu em outras quatro ocasiões. No sábado, diante de quase dez mil pagantes no Raulino de Oliveira, o Flamengo, mesmo jogando mal, derrotou o Sport.

Publicidade

Everton, logo aos quatro minutos da etapa inicial, deu os três pontos ao Rubro-Negro Carioca. No mesmo dia, só que à noite, o Atlético/MG, no Independência, e o Coritiba, no Couto Pereira, derrotaram, também por 1 a 0, Santos e Cruzeiro, respectivamente. Cazares deu a vitória ao Galo, enquanto Kléber assegurou o triunfo do Coxa.

No domingo, em Volta Redonda, o Botafogo, que também retornava à elite do #Futebol nacional, viu os reservas do São Paulo, com um gol de falta de Lucas Fernandes, voltarem para a capital paulista com um belo resultado.

Três jogos não saíram do 0 a 0

Já Corinthians e Grêmio, na Arena de Itaquera, Figueirense e Ponte Preta, no Orlando Scarpelli foram partidas com poucas emoções e as redes acabaram não balançando. Outro 0 a 0 aconteceu no Beira-Rio. O Internacional chegou a desperdiçar um pênalti com o zagueiro Paulão e fracassou na tentativa de furar o bom sistema defensivo da Chapecoense, que também contou com a bela participação de seu goleiro, Danilo. Essa partida marcou a despedida do arqueiro colorado Allison, que irá defender, na próxima temporada europeia, a Roma, da Itália. #Campeonato Brasileiro #PaixãoPorFutebol