A Polícia de Chicago está fazendo buscas à cantora Sinéad O'Connor que saiu de bicicleta na tarde de domingo, para dar um passeio, não mais retornando a sua casa, todos estão mobilizados na tentativa de encontrá-la. Segundo informações passadas pelo site de notícias sobre #Famosos TMZ, ela saiu de casa no início da tarde de domingo (15), para um passeio nos arredores e não foi mais vista. Eles disseram também que a artista estava em uma bicicleta motorizada com cesta cor de rosa e o passeio seria pelos arredores de Wilmette, subúrbio de Chicago. A polícia teria classificado O'Connor como 'suicida desaparecida'

No final de 2015, a cantora de 'Nothing Compares to you' teria tentado tirar a própria vida por duas vezes seguidas, tomando grande quantidade de comprimidos que a levaram a uma overdose e depois postou em sua página do Facebook que 'um conjunto terrível de traições' fizeram com que desistisse de viver.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o TMZ, Sinéad tinha um quadro grave de depressão e tendências ao suicídio. Afirmam eles.

A cantora irlandesa, de 49 anos, foi casada quatro vezes e sempre teve uma vida conturbada e cheia de conflitos que lhe marcaram para sempre. Na infância sofreu abuso e já tentou suicidar-se algumas vezes. Ela confirmou sua homossexualidade e também tentou ser líder de uma seita, mas foi excomungada. Sua marca registrada era a cabeça raspada que manteve por muito tempo, tinha voz doce e personalidade rebelde logo se destacando na música.

Mas foi a partir de seu segundo trabalho que Sinéad passou a ser reconhecida mundialmente 'I Do Not Want I Haven't Got'. Outra canção que também lhe rendeu vários prêmios foi 'Nothing Compares 2 U', composta por Prince, outro astro pop recentemente falecido, também por overdose.

Publicidade

A música foi sucesso nas primeiras paradas musicais de vários países.

Mais uma vez O'Connor, que é mãe de quatro filhos, postou em seu Facebook um pedido ao mais velho, Jack de vinte e oito anos para que ele procurasse os tribunais para assumir a custódia do irmão e também pede ao rapaz que não abandone o garoto. #Família #Crise