Quando entrar no gramado da Arena Independência, em Belo Horizonte, no domingo, o #Fluminense, de Fred, Gustavo Scarpa e o jovem Richarlison, além de conquistar os três pontos logo na primeira rodada do #Campeonato Brasileiro, busca quebrar um tabu indigesto diante do América/MG, em confronto com início marcado para as 16h (de Brasília). Nos oitos jogos contra o campeão mineiro, o Tricolor jamais obteve uma vitória sequer. Ao todo, foram quatro empates e quatro triúnos do Coelho.

Outro fator negativo da equipe carioca, no histórico desse duelo, é o número de gols. Agnaldo, em 2000 e Rafael Moura, na temporada de 2011, quando os clubes se enfrentaram pela última vez, foram os únicos jogadores da agremiação das Laranjeiras a balançar as redes do time das Alterosas.

Publicidade
Publicidade

O primeiro duelo entre ambos foi no Brasileiro de 1971 e acabou 0 a 0. O empate sem gols também foi o resultado dos dois jogos seguintes. No Nacional de 1973, jogando em casa, o América/MG alcançou a sua primeira vitória: 1 a 0. Depois de um hiato de 27 anos, os rivais se enfrentaram pela Copa João Havelange (nome do Brasileiro daquele ano) e o duelo acabou novamente empatado, dessa vez pelo placar de 1 a 1. 

Em 2001, novamente pelo Campeonato Brasileiro, mais uma vitória mineira: 1 a 0. Dez anos depois, houve dois encontros. Na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, o America/MG não tomou conhecimento, no dia sete de agosto, e aplicou 3 a 0. Em 12 de novembro, o Fluminense tinha, na ocasião, a chance de assumir a liderança daquele Brasileirão. Todavia, mesmo diante de um Engenhão lotado (quase 40 mil presentes), a equipe carica foi surpreendida por um América/MG praticamente rebaixado e a amargou uma inesperada derrota de 2 a 1.

Publicidade

Já, se for levado em conta o retrospecto geral, inclusive os amistosos, essa desvantagem se reduz consideravelmente. Em 17 jogos, o Tricolor venceu cinco, empatou os outros cinco e deixou o gramado derrotado em outras sete ocasiões. Foram, ao todo, assinalados 48 gols, sendo 27 para o Flu e 21 em favor do Coelho.    #PaixãoPorFutebol