Ao que parece, a má atuação no jogo de ida surtiu efeito no #Fluminense. Depois dos 3 a 3 ocorridos na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, no interior do estado de São Paulo, mesmo com o adversário tendo um jogador expulso ainda no primeiro tempo, o Tricolor demonstrou mais empenho na noite de quinta-feira (12) e garantiu, sem sustos, a sua classificação para a terceira fase da #Copa do Brasil ao derrotar, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, cidade do sul do estado do Rio, a Ferroviária pelo placar de 3 a 0.

O próximo adversário da equipe dirigida pelo técnico Levir Culpi será definida na quarta que vem. Nesse dia, a Aparecidense/GO, em casa, precisa reverter uma desvantagem de 3 a 1 em relação ao Ypiranga/RS para não ser precocemente eliminada da segunda competição mais importante do futebol nacional.

Publicidade
Publicidade

TRIO OFENSIVO GARANTE VAGA NOS 45 MINUTOS INICIAIS

Disposto a apagar a má atuação no último jogo, Levir lançou uma equipe bastante ofensiva. Além de Fred, Osvaldo e Gustavo Scarpa, o treinador promoveu a estreia de Richarlison, atacante de 19 anos vindo do América/MG e que só havia estado em campo durante a pré-temporada realizada na Flórida, nos Estados Unidos.

Essa ousadia surtiu efeito logo aos seis minutos. Avançando pela esquerda, Scarpa acertou um belo chute de canhota no ângulo direito, sem chances para o goleiro Matheus: Flu 1 a 0.

Mesmo em vantagem, a agremiação carioca manteve o ritmo e, antes do intervalo, sacramentou o resultado. Aos 30 minutos, novamente pela esquerda, Richarlison avançou e tocou para Fred. De maneira inteligente, o camisa 9 fez um belo corta-luz, deixando Gustavo Scarpa livre.

Publicidade

Com outra finalização precisa, o camisa 40 voltou a balançar as redes. Quatro minutos depois, veio a retribuição. Após tabelar com Cícero, Scarpa tocou para Fred, que, da entrada da área, finalizou. A bola desviou na zaga e enganou o arqueiro da Ferroviária. Era o terceiro do Fluminense na partida e o 33º de Fred na história da Copa do Brasil, deixando-o apenas a três de Romário, maior artilheiro desde o surgimento do certame, em 1989.

RITMO DE TREINO MAS COM CONCENTRAÇÃO MANTIDA

Com o placar amplamente favorável, o Flu veio mais relaxado na etapa final. Contudo, para mostrar que havia aprendido a lição de Araraquara, o time, em nenhum momento, demonstrou estar sem concentração e criou algumas oportunidades para deixar os pouco mais de mil presentes ao Raulino totalmente satisfeitos. Na maior delas, Gustavo Scarpa, considerado o melhor da partida, avançou pela direita e, ao entrar na área, rolou para Fred. O camisa 9, porém, finalizou mal e desperdiçou a chance.

Já em relação à Ferroviária, o destaque ficou por conta da grandeza dos atletas em respeitar a supremacia tricolor e, dentro de suas limitações, reduzir a diferença.

Publicidade

Todavia, a inoperância de seu sistema ofensivo fez com que os paulistas fracassassem nesse objetivo.

PRÓXIMOS DESAFIOS

No domingo, o Fluminense irá ao Independência, em Belo Horizonte, para estrear no Campeonato Brasileiro. A partir das 16h (de Brasília), encara o América/MG.  Por outro lado, a Ferroviária só volta a campo em agosto, quando iniciará a Copa Paulista. #PaixãoPorFutebol