A nova temporada da série produzida pelo Netflix “Orange Is The New Black” estreia na plataforma de streaming, já no dia 17 de junho, e os fãs estão na maior expectativa para saber os novos rumos da história.

Diferente da última temporada, que pregou a fé e o amor, a quarta temporada da série traz um lado mais sombrio e caótico, devido à chegada de novas detentas no presidio. Além disso, terá uma crescente tensão econômica e racial, o que causará uma terrível guerra cultural entre as presidiárias. No trailer divulgado, já deu para ver que Piper (Taylor Schiling) vai sofrer um pouco, em cena que a personagem Maria Ruiz a intimida.

Publicidade
Publicidade

Mais uma vez, o Netflix tenta manter surpresa com a personagem Alex (Laura Prepon), que não apareceu no trailer, mesmo suspense utilizado na divulgação da terceira temporada.

Atualmente, a série foi renovada para mais 3 temporadas, e a produtora executiva, Jenji Johan, continuará no comando do programa.

Selenis Leya, que interpreta Gloria Mendonza, revela que a quarta temporada tem tudo para ser uma das mais comentadas, e que os conflitos serão bem maiores; e a divisão de grupos muito mais fortes. Pelas palavras da atriz, já podemos supor que esta temporada será mais ‘’barra pesada’’ que a segunda, que amenizou o humor e focando mais no drama, especialmente nas intrigas causadas por Vee (Lorraine Toussaint).

A SÉRIE

Gravada totalmente nos Estados Unidos, a série estreou em julho de 2013, tendo 13 episódios totalmente lançados no mesmo dia, o que acontece todos os anos com a nova temporada.

Publicidade

Os fãs da série acabam adorando e se lamentando também, pois, ao ‘’devorarem’’ os 13 episódios em questão de dias, tem que ficar durante 1 ano esperando uma nova temporada.

A trama é baseada no livro ‘’Orange Is The New Black: My Year in a Women's Prison”. O argumento do livro, já foi praticamente usado somente na primeira temporada, nas seguintes, a série foi ganhando histórias originais.

A série se tornou um fenômeno não só pelo tema, mas também por sua diversidade,,por retratar mulheres lésbicas, e também a cultura latina, negra, orientais, idosas e trans. 

Confira o trailer oficial, divulgado pelo Netflix.

  #Entretenimento #Seriados #Internet