A praia de Canasvieiras no norte da ilha da bela Florianópolis foi, mais uma vez, palco  de um evento que reúne os apaixonados por vela. A 3ª edição da #Regata Volta à Ilha do Francês aconteceu no dia 1º de maio, e tudo conspirou para o sucesso do evento: um clima muito agradável,o sol brilhando como nunca e o mar de um azul ímpar, apenas esperando para receber todo o colorido da regata.

Regata Volta à Ilha do Francês

O evento náutico, que tem como organizadora a Northsailscat, na pessoa do velejador e instrutor de vela Rodrigo Jannis, contou com 28 participantes, sendo vinte Hobie Cats 14, quatro Hobie Cats 16, dois Super Cats 17 e dois A-Cats, vindos de Curitiba, Joinville, Blumenau, Penha, Porto Belo, Navegantes, Ibirama e é claro, da anfitriã, Florianópolis.

Publicidade
Publicidade

A movimentação começou por volta das 9h30, com o café da manhã à beira da praia, para os velejadores que chegavam com suas carretas, após o café foi o movimento de descarregar os barcos na praia vizinha à Canasvieiras, a tranquila - e lindíssima - Cachoeira do Bom Jesus. De acordo com Jannis, o organizador do evento náutico, "A cada vela que se içava o visual ficava mais bonito naquela praia e deixava o panorama repleto de velas, como nos áureos tempos dos Festivais Hollywood de Vela (grandes festivais de vela, com muitas classes juntas na competição, e que eram patrocinados pela companhia Souza Cruz de cigarros e que aconteceram em Florianópolis e outras capitais do Brasil)".

Regata movida à boa música

Certamente a fase de preparação é tão alegre e emocionante quanto a regata em si. Rodrigo Jannis conta que, enquanto se preparavam para a largada, que seria às 13h, as caixas de som espalhavam pelas areias da praia, músicas que remetiam à época que foi o auge do Hobie Cat, nos anos 70 - o revival ficou por conta de Wings (sim, aquela do ex-Beatle Paul McCartney), Janis Joplin, Rolling Stones, Eletric Light Orquestra, Bob Seger, Boston, Kansas e outras bandas de rock e hard rock dos áureos tempos de estilo musical.

Publicidade

A regata

Por volta do meio-dia, os comandantes se reuniram para decidir sobre a largada. Considerando que é uma regata festiva, em comum acordo decidiram que seria uma largada "Le Mans", ou seja, com o velejador próximo à sua vela, aguardando o sinal para se posicionar, como em um tipo de corrida de automóveis.

A ordem de largada foi a seguinte: quem saiu primeiro foram os Hobie Cats 14 Dinocats, seguidos pelos Hobie Cats 14 (casco Divinicel e velas Hobiesails), depois deles os Hobie Cats 16, na sequência os Super Cats 17 e por fim os velozes A-Cats.

Veja imagens incríveis da Regata na nossa galeria de imagens. Quem quiser assistir ao evento, na próxima quinta-feira, dia 20, no programa Mundo Mar, será anunciada a data de quando o programa será apresentando na RBS/TVCOM, segundo Mané Ferrari, jornalista responsável pelo programa e presidente da ACATMAR. #Florianopolis