O humorístico "Tudo pela audiência", apresentado por Tatá Werneck e Fábio Porchat no canal fechado Multishow, ganhou um concorrente de peso. Ou melhor, dois concorrentes: Xuxa e Marcos Mion. Pelo menos é o que se pode inferir do último episódio do programa Legendários, apresentado por Mion no sábado (14). No quadro de entrevista, a convidada da noite foi a apresentadora #Xuxa Meneghel. Durante o bate-papo informal, que acontece durante uma "carona" que Mion dá ao seu entrevistado, os dois falaram sobre como Xuxa decidiu trabalhar com crianças. O diálogo que se segue é piegas e constrangedor, mas coerente com os shows de auditório comuns na tv brasileira aos finais de semana. 

"No início eu não queria trabalhar com criança, porque eu achava que eu ia gostar mais das crianças do que as crianças de mim.

Publicidade
Publicidade

Eu vou ficar velha e as crianças não vão mais gostar de mim", começa Xuxa. Neste momento, começa a tocar em off uma música melosa e triste, para incentivar o telespectador a se emocionar. Xuxa prossegue. "Aí eu fui num lugar onde só tinha crianças cegas. E uma criança cega falou pra mim: 'eu ouço sua voz todos os dias e ela me traz alegria. Aí eu falei... hmmm, então é a voz. Então tá bom. Mas e se mudar a voz?", reflete a apresentadora.

Ela mesma responde. "Aí me levaram num lugar onde só tinha crianças surdas e mudas (faz gestos e sons imitando uma criança se comunicando em libras e com dificuldade de articular palavras), e elas ficaram falando que me amavam e tal. Aí eu falei... putz, eu vou ficar velha, vai mudar minha voz e minha imagem. Não deve ser só isso, deve ser uma coisa mais, o que é que é?"

Marcos Mion faz poucas interjeições e deixa Xuxa prosseguir no quase monólogo.

Publicidade

"Aí me levaram num hospital onde tinha crianças com um tipo de doença... acredito eu que nenhuma daquelas crianças esteja viva hoje. E uma criança especial tinha uma cabeça bem grande (coloca a cabeça para trás e para o lado, como se não conseguisse sustentar o pescoço), e ela falou pra mim: 'sorria, teu sorriso me traz alegria'. Foi aí que eu vi que era alguma coisa de Deus. Não é a voz, não é o visual", complementa.

Marcos Mion comenta: "caramba, fiquei até arrepiado aqui", encerrando a primeira - e mais embaraçosa - parte da entrevista. O quadro completo está no link abaixo. Se você curte esse tipo de programa (quem sou eu pra julgar?), não deixe de assistir. 

#Famosos #Rede Record