A crise que atinge o gênero musical conhecido como "axé" fez mais uma vítima. A micareta indoor (em ambiente fechado) Sauípe Folia não vai mais acontecer. A 16ª edição da festa estava programada para acontecer entre os dias 8 e 10 de setembro no complexo hoteleiro de Costa do Sauípe, no litoral norte da Bahia, a 76 quilômetros de Salvador. Mas quem liga para o hotel já recebe a informação de que o evento foi cancelado. Apesar disso, a Online Entretenimento, produtora que realiza a festa, afirmou à reportagem do Blasting News que ainda não há uma definição se o evento irá ou não acontecer.

A recusa da produtora em prestar mais esclarecimentos só aumenta a sensação de "fim de festa", uma vez que as vendas de ingressos para o evento costumam começar no mês de junho.

Publicidade
Publicidade

Além disso, operadoras turísticas que comercializam o pacote de hospedagem com abadás começam a oferecer o produto sempre por volta do mês de março. Foliões que já se dirigiram às agências de #Turismo, entretanto, recebem a informação de que, para este ano, o hotel e a produtora da festa não disponibilizaram nenhum pacote.

Os problemas do Sauípe Folia começaram no ano passado. A grade de atrações, que costuma trazer os grandes nomes da música baiana para tocar nos trios, foi alvo de muitas críticas na internet. Ao invés de Ivete Sangalo ou Bell Marques em cima dos trios, os artistas convidados foram Cláudia Leitte e Cavaleiros do Forró. A dupla Jorge e Mateus, que tocou em anos anteriores, foi substituída pelos pouco conhecidos Henrique e Diego. A mudança na atratividade das apresentações teve reflexos no público.

Publicidade

Ao contrário das edições anteriores, a arena de shows do Sauípe Folia 2015 esteva vazio. Na ocasião o site Bahia Notícias chegou a brincar, dizendo que a "equipe de segurança do evento era maior que o público presente". O site ainda previu o fim da festa: "Anote aí: depois do Festival de Verão, o próximo a cair será o Sauípe Folia". 

O fim do Sauípe Folia se soma ao encerramento de outros grandes eventos relacionados à música axé. Em 2015, por exemplo, o Precaju, micareta de Aracaju (SE), que atraía centenas de milhares de pessoas á capital sergipana, foi cancelado. Neste ano foi a vez do Festival de Verão de Salvador, um dos mais importantes eventos musicais do país, sair de cena. 

Fãs revoltados

A falta de informações por parte da produtora do evento deixou alguns fãs revoltados. O site oficial da festa confirma a micareta para setembro, mas nas redes sociais o silêncio dos organizadores reina. Algumas pessoas chegaram a comprar as passagens para Salvador, para curtir o evento, e agora não sabem o que fazer.

Publicidade

"Assim como outras centenas de pessoas, também estou sem acreditar no fim dessa festa. Gostaria muito que não fosse verdade. Seria bom que a organização do evento se pronunciasse ou, na pior das hipóteses, confirmasse o fim. Que desrespeito com as pessoas", disse a foliã Tatiana Oliva. O micareteiro Hudson Helder concorda. "Achei falta de respeito porque eles lançaram a data no site. Informaram lá que as vendas abririam em breve e não soltaram nenhum comunicado informando o cancelamento. Só fiquei sabendo porque liguei lá", reclama. #Carnaval #Ivete Sangalo