A primeira coisa que vem à mente quando desejamos aprender a tocar um instrumento é frequentar uma boa escola de música. Em tese, lá aprenderemos satisfatoriamente os conceitos peculiares do instrumento em questão.

No caso do violão, não é diferente. Porém, não é obrigatório buscar a ajuda de um profissional que irá, obviamente, lhe cobrar pelos serviços. Dá para aprender a tocar violão sozinho mesmo, e, inclusive, a internet oferece uma série de conteúdos grátis.

Muitos artistas conhecidos com o guitarrista do SOAD, por exemplo, disseram que não frequentaram nenhum tipo de doutrinação específica. Segundo os mesmos, com a prática, houve um aperfeiçoamento nas técnicas.

Publicidade
Publicidade

Obviamente que para aprender a tocar violão sozinho é necessário ter um mínimo de conteúdo didático.

Se você não sabe como começar para aprender a tocar violão sozinho, se liga nas #Dicas que daremos a seguir.

Passo a passo

Escolha do instrumento: Esse é o principal passo, portanto, antes de comprar um violão, pesquise bem qual o modelo ideal. A escolha dependerá basicamente do estilo musical a ser tocado por você.

Além disso, procure investir em um instrumento um pouco mais caro. Caso opte por um violão simples, você terá grandes dificuldades para execução de pestanas. Normalmente, violões abaixo de R$200 reais possuem cordas altas, o que não é nada bom para acordes com pestana.

Embasamento: Já que não terás o apoio de um especialista ao seu lado, procure selecionar os melhores conteúdos de aprendizagem.

Publicidade

Assim como apostilas, há inúmeras aulas gratuitas principalmente no YouTube. O que fará um diferencial enorme é você saber organizar os seus estudos.

Prática: Após aprender os conceitos básicos e avançados, pratique constantemente. Só através da prática é possível tocar violão satisfatoriamente. O ideal é pelo menos 30 minutos de treino todos os dias.

Músicas simples: Não adianta começar tocando canções complexas, o ideal é selecionar uma música com poucos acorde e sem riffs ou dedilhados. As composições fáceis servirão como base de aperfeiçoamento, para que no futuro consigas tocar melodias mais complexas.

Acordes e dedilhados: Tenha uma apostila com todos os principais acordes. Após isso, brinque com o seu violão, formando acordes diferentes. Treinar a troca de acordes é importante pelo fato do nosso cérebro se acostumar com aquela determinada sequência de execução de comandos. 

Com o passar do tempo, você se acostumará com aquelas acordes, e ganhará velocidade tanto na execução de acordes, quanto na realização de riffs. #Entretenimento