Quando iniciamos a nossa vida sexual, sempre questionamos se realmente estamos mantendo uma vida sexual benéfica, e se estamos dentro dos padrões que são considerados normais para os especialistas. Essa dúvida é muito comum entre nós e muitas vezes se torna tão constante que acaba atrapalhando a vida sexual de inúmeras pessoas.

Um estudo realizado pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo e conduzido pela psiquiatra , revelou quantas vezes por semana, em média, os brasileiros fazem amor. Para que o estudo acontecesse, foram entrevistados aproximadamente três mil homens e mulheres com idade entre 17 e 70 anos, de todas as classes sociais.

Publicidade
Publicidade

O estudo também buscou saber se realmente as pessoas estão satisfeitas com a frequência da sua vida sexual. Os resultados foram realmente impressionantes, acompanhe:

Quantas vezes por semana os brasileiros fazem amor

As mulheres que participaram do estudo revelaram que fazem amor 2.6 vezes por semana, agora os homens revelaram que praticam o ato perto de  3.15, tendo a média de 2,9 relações sexuais por semana.

A psiquiatra explica que a idade colabora muito com a prática. Os homens que têm entre 41 a 51 anos revelaram que fazem amor aproximadamente três vezes por semana, agora os homens com mais de 51 anos contaram que fazem amor apenas uma vez por semana ou cada 15 dias.

Qual seria o número satisfatório?

O estudo também buscou saber qual seria a frequência sexual que os participantes gostariam de manter semanalmente, revelando que o ideal seria ter 5,5 relações sexuais por semana, diferentemente do que vem acontecendo com a população brasileira que já iniciousua vida sexual.

Publicidade

As mulheres revelaram que gostariam de manter relações sexuais pelo menos 4,5 vezes por semana, já os homens gostariam de fazer amor 6,8 vezes por semana, mostrando que a frequência sexual desejada era bem maior do que eles estavam mantendo semanalmente.

Por que existe essa diferença?

A psiquiatra Carmita Abdo explica que existem alguns fatores que impedem a prática sexual indicada.

Quando estamos em um relacionamento mais maduro e estável, é comum que as preocupações diárias interfiram em nossa vida sexual, e com isso a prática se torne algo “agendado”. Já entre os mais jovens, muitas vezes a questão financeira acaba atrapalhando os encontros amorosos, tornando complicado manter uma vida sexual ativa, já que eles não têm um local fixo para seus encontros e muitas vezes não possuem uma condição financeira estável para fazer amor na frequência desejada.

A médica também revela que quando a mulher chega aos 50 anos de idade, isso pode atrapalhar a sua vida sexual, já que, algumas alterações hormonais são frequentes, e com isso o desejo feminino acaba sofrendo algumas alterações, justificando a diminuição da prática sexual.

Publicidade

Como interpretar os dados desse estudo?

O estudo concluiu que os brasileiros têm em média aproximadamente 3 relações sexuais semanais, mas o correto é fazer amor quantas vezes a prática lhe satisfazer. Vai depender bastante de sua situação pessoal, de ter ou não um parceiro fixo, e das restantes condições de sua vida. Além do que foi indicado pela psiquiatra, existem outros fatores a influenciar: problemas de saúde, dificuldades no relacionamento, obstáculos psicológicos, etc. Não existe um padrão que indica quantas vezes devemos fazer amor, o importante é manter uma vida sexual feliz e satisfatória para ambos. #sexo #Dicas #Comportamento