Fazer amor oferece um prazer inexplicável para os envolvidos. Se tornando um momento de grande intimidade e, lógico, de diversão e satisfação. Para que tudo saia como esperamos, costumamos nos preocupar com alguns cuidados antes do amor, pois, assim, conseguiremos garantir um encontro amoroso mais íntimo e gostoso. Porém, existem coisas que devemos evitar, algumas atitudes antes do amor podem não oferecer o resultado positivo que tanto desejamos obter.

Pensando nisso, listamos para você, algumas das coisas que não devemos fazer antes do amor. Veja quais são elas:

Abusar do álcool

Muitas pessoas costumam extrapolar na hora de consumir bebidas alcoólicas e pensam que isso não vai influenciar na hora do amor.

Publicidade
Publicidade

O álcool pode reduzir as sensações e inibições, fazendo com que o amor não aconteça ou que o desempenho sexual seja totalmente desastroso. Nas mulheres, o álcool pode causar a falta de lubrificação natural da vagina, enquanto no sexo masculino pode acontecer a tão temida disfunção eréctil.

Depilação

A dermatologista Tatiana di Perrelli alerta que, realizar a depilação poucas horas antes de fazer amor pode aumentar consideravelmente os riscos de contrair algumas doenças DSTs e outras infecções. Ela explica que isso acontece por causa da sensibilidade que a depilação pode causar no local, e com isso algum machucado, ferida e arranhões podem acontecer, facilitando o contágio dessas doenças íntimas.

Alimentos

O odor vaginal pode ser alterado graças a alguns fatores, como: ciclo menstrual, higiene íntima, pH da região, equilíbrio entre os fungos e bactérias que vivem na região íntima e a alimentação.

Publicidade

Quando consumimos, em excesso, alguns alimentos que carregam sabores fortes e ácidos, como as frutas cítricas, carnes vermelhas e aspargos, estamos colaborando para que o cheio e o “sabor” vaginal fiquem totalmente alterados. Para que consigamos manter a saúde intima equilibrada, devemos nos alimentar de forma adequada, introduzindo, em nossa alimentação, a ingestão de iogurtes ricos em probióticos e lactobacilos, que ajudam a controlar o pH e evitam o surgimento de possível infecções vaginais, como a candidíase. Chás, frutas, água e fibras também colaboram com o controle dos dores vaginais e eliminam alguns odores desagradáveis.

Escovação dos dentes

Lógico que é muito importante manter a higiene bucal, porém, não devemos fazer isso de forma que possa nos oferecer alguns ferimentos. Quando realizamos a escovação ou passamos o fio dental com muita força, podemos machucar a nossa gengiva e colocar em risco a nossa saúde, principalmente se a intenção é praticar o oral em seu parceiro. Isso pode fazer com que você adquira uma doença sexual transmissível.

Publicidade

A ginecologista Tatiana di Perreli explica que o uso do preservativo é indispensável até mesmo na hora do oral.

Fazer xixi

A ginecologista também indica que urinar logo depois de realizar a relação íntima é muito importante para a saudade da mulher, isso faz com que as bactérias espalhadas durante a penetração sejam expulsas da uretra através da urina. Quando fazemos xixi antes de da relação sexual, eliminamos a vontade de ir ao banheiro depois, permitindo que a proliferação bacteriana aconteça de uma forma mais fácil. #Dicas #Comportamento