Bom, não é de hoje que os sonhos são revirados e analisados com lupa, por assim dizer, em busca de significados. A Antiguidade Clássica Grega tinha Morfeu, deus do sono e dos sonhos.  Na Odisseia, de Homero, Penélope tem um #sonho que antecipa a muito esperada volta de Odisseu (Ulisses) e sua vingança contra os homens que tentaram tomar sua esposa e seu reino. Também na Bíblia os sonhos fazem aparições fantásticas. O Antigo Testamento está cheio de sonhos proféticos, que, claro só podiam ser devidamente interpretados por sábios e justos homens de Deus, homens como José, diante do Faraó, e Daniel, diante do rei Nabucodonosor. Foi num sonho, diz o Novo Testamento, que um anjo apareceu a José, para dizer-lhe que não rejeitasse Maria grávida, pois o filho que ela carregava tinha sido concebido pelo poder do Espírito de Santo.

Publicidade
Publicidade

Isso para não falar dos interpretadores de sonhos de todos locais e tempos.

Apesar desses importantes precedentes históricos, é com Freud, sua psicanálise e seus vários discípulos, sucessores e rivais que a interpretação de sonhos ganhou força mesmo como instrumento de diagnóstico do estado psicológico de um indivíduo e das forças que, sem seu conhecimento consciente, atuam em sua mente.

Por isso, uma moça de 20 anos perguntou a Candice Jalili, colunista de #sexo do site Elite Daily, se seu sonho sexual com um dos melhores amigos de seu namorado, com o qual ela tinha começado a se dar bem e com o qual conversava todo os dias (o namorado sabia da amizade entre eles e não se importava) era um indício de sentimentos românticos por este amigo.

Candice Jalili, por sua vez, transferiu a pergunta a Lauri Loewenberg, especialista na interpretação de sonhos e membro da Associação Internacional para o Estudo de Sonhos, que respondeu que, provavelmente, o sonho a está alertando para o rumo que a amizade entre ela e este amigo está tomando e propôs um teste: “pergunte-se isso (e seja muito honesta consigo mesma): se você e este rapaz estivessem juntos ao entardecer, só vocês dois, rindo e apreciando a companhia um do outro...

Publicidade

e ele lhe roubasse um beijo... você o beijaria de volta?” E conclui: “se você acha que sim, você está na zona de perigo e seu sonho a está alertando disso. E isso significa que é hora de tomar uma decisão.”

Segundo Loewenberg, se ela continuar nesse caminho, ela pode acabar ferindo os sentimentos do namorado, que confia nela, perder amigos inconformados com o procedimento dela e até acabar humilhada se ela revelar seus sentimentos pelo amigo do namorado e ele não compartilhar deles. Enfim, se ela quer manter o namorado atual, ela deve reavaliar sua relação com o amigo do namorado e desinflá-la um pouco, abrindo mão entre outras coisas das conversas diárias. #Curiosidade