A convivência entre casais exige muita paciência e compreensão. Relacionamentos são difíceis de serem administrados no dia a dia, cabe a cada um fazer a sua parte para que a relação funcione e não se abale pelos problemas cotidianos.

Um dos maiores problemas é quando as coisas não se resolvem, quando nenhum dos dois dá o braço a torcer, quando não pede desculpas e não reconhece o seu erro. Porque sempre há um que está errado, se não totalmente, pelo menos em partes, e muitas vezes a pessoa tem como características pessoais a teimosia, orgulho e até um pouco de arrogância, e não consegue aceitar que o outro é quem está com a razão.

Publicidade
Publicidade

Tolerância é uma palavra importante em um #Relacionamento, se ninguém é perfeito, há que se tolerar as atitudes e opiniões do outro em determinados momentos.

Orgulho acaba com relacionamentos. Quando não se quer admitir que pode ter errado, por puro orgulho, se cria uma atmosfera de intolerância, de falta de compreensão, de falta de vontade de fazer as coisas darem certo.

Momento de baixar a cabeça não é dizer "amém" a tudo que o outro diz ou faz, e sim, ceder um pouco em momentos de embate, de discussão e de enfrentamentos, porque essas coisas vão minando a relação. Mais motivos para reconhecer que às vezes é melhor não comprar uma briga ou uma provocação? Vocês não são inimigos, não estão em um ringue disputando um prêmio - na verdade não estão disputando nada, estão sim, construindo algo juntos, tanto coisas materiais quanto um relacionamento, uma família.

Publicidade

Então, qual será o momento certo para baixar a cabeça no relacionamento? O momento em que você vê que não vai adiantar continuar brigando e que as coisas podem ficar "feias", caso vocês continuem com o "cabo de guerra". Pode ser até baixar a cabeça momentaneamente, deixarem os ânimos esfriarem para depois sentarem e terem uma conversa séria, de conciliação, de entendimento e de amor - por que se não há amor, de que vale o resto? Lembre que não vale a pena jogar fora bons momentos juntos - e quem sabe até o relacionamento, por não ser capaz de darr uma trégua nos momentos de turbulência.

Leia também:

Como não se deve agir em um relacionamento #vida a dois