A época em que só pessoas mais abastadas viajavam ficou no passado. Hoje, já é possível se aventurar com muito menos que o previsto, além de ser possível ter viagens incríveis fazendo pequenos esforços, como cortar certas regalias, para que se consiga tomar um avião, um trem ou um navio e rumar ao desconhecido. Acredite, pequenos passos antes e durante a viagem podem fazer com que os sonhos se concretizem mais rápido, basta segui-los com afinco, acreditando sempre que não tardará a acontecer.

Passagens

Para os que procuram passagem de avião, a dica é tentarem ser flexíveis quanto às datas dos voos e procurar reservá-los o mais antecipadamente possível.

Publicidade
Publicidade

Outra ideia é se cadastrar em sites de companhias aéreas, agências de viagens e sites (confiáveis) de reserva em geral, pois com boletins informativos é possível estar sempre atualizado de promoções.

  • Cuidado! Se o seu destino for a Europa, atente-se nas regras de bagagem nas aéreas locais, em razão de muitas empresas "low-cost" baratearem o custo de #passagens através da não inclusão de malas no ticket. Depois, despachá-las pode fazer com que o preço seja muito maior do que apenas o trajeto.

Hospedagem

Para quem quer ter um pouco de conforto na viagem, opte por passar apenas algumas noites em hotéis estrelados, se hospedando, nos dias restantes, em locais mais acessíveis.

Mas se você busca economia total, os hostels são a melhor opção para quem não se incomoda, principalmente, de dividir quartos ou banheiros.

Publicidade

A procura deve ser suficiente para que não se tenham problemas em um estabelecimento ruim. Procure sites de avaliação e fóruns de mochileiros, eles irão ajudar.

As práticas mais modernas também são cômodas. O mais novo é o Airbnb e outros sites de hospedagem compartilhada, em que é possível alugar um quarto ou uma residência inteira, a depender de sua escolha. Válido também é lembrar da prática de couchsurfing, uma espécie de intercâmbio de hospitalidade.

Transporte

Para economizar durante a viagem não aposte em táxis ou aplicativos de carona compartilhada, até porque utilizá-los durante todo o passeio aumenta exponencialmente o custo final. A melhor dica é o transporte público, mas prefira passes diários, semanais ou, se for o caso, mensais, pois a compra em atacado custa muito menos do que tíquetes individuais.

Se estiver se deslocando entre cidades ou países, principalmente na Europa, opte por pacotes de viagens em trens ou ônibus, que oferecem também viagens ilimitadas e que tornam vantajosa a compra de roteiros em conjunto.

Publicidade

Confira as promoções e possibilidades nos sites de várias companhias que ajudam o turista a montar seu planejamento.

Alimentação

Esqueça restaurantes, bistrôs ou delivery. A maior chance de economizar é fazer compras em supermercados. Aproveite que ao se hospedar em certos hotéis e na maioria dos hostels há cozinha compartilhada.

Ingressos

Quando se conhece um destino novo é essencial visitar grande parte de seus pontos turísticos, pois muitos, além da beleza estética, podem trazer um conteúdo histórico marcante para os locais e até mesmo para a formação da cidade ou do país. Para as visitas, opte por comprar ingressos pela internet, pois, além de evitar filas, podem ser economicamente atraentes.

Cortes

A última dica serve principalmente para antes da viagem. Antes de começar a planejá-la, pense bem qual é o seu orçamento e quanto poderá destinar para #viajar. Assim, estabeleça uma meta para poupar e se certifique de que conseguirá equilibrar seus débitos. Além disso, reduza o número de passeios, restaurantes, compras de roupas ou eletrônicos, entre outros, para que possa fortalecer seu objetivo.

Para aqueles que vivem sob orçamento limitado, viajar pode ser complicado, mas não é impossível. No final, basta querer - e torcer! #Dicas