As ofertas de #Trabalho em #cruzeiros marítimos aumentam a cada dia. E não é preciso muito trabalho para encontrar oportunidades. Uma busca rápida no Google já traz uma infinidade de propostas. Muita gente acha que trabalhar em um cruzeiro é um dos melhores empregos que se pode ter. Entretanto, assim como em qualquer área, esta também conta com pontos positivos e negativos. Abaixo selecionamos alguns deles, com base na opinião de quem entende do assunto: os profissionais que trabalham ou que já trabalharam em cruzeiros.

Os tripulantes tem acesso a áreas exclusivas dos navios

Uma das partes “chatas” é onde a tripulação dorme.

Publicidade
Publicidade

Geralmente é em quartos minúsculos bem longe do convés. Mas isso tem um lado bom. A tripulação geralmente tem acesso a áreas dos navios que não são liberadas aos passageiros. Algumas acomodações que não estão sendo usadas, salas de jantar, bares, academias e banheiras de hidromassagem entram nessa lista.

Problemas para dormir com os colegas fazendo festa

Uma das melhores partes de trabalhar em um cruzeiro são as festas: som alto, bebida de graça ou com um preço muito baixo. O problema é que depois de um dia de trabalho você vai estar cansado e provavelmente vai querer dormir em paz, só que os outros colegas da tripulação podem estar mais dispostos. E é aí que a festa começa e vai até altas horas.

O lado bom é que terá festa todo dia. Mas será necessário lidar com a situação de não poder dormir (muitas vezes) direito.

Publicidade

Trabalhar em cruzeiros significa que ninguém vai te deixar em paz

Depois de um dia trabalho, tudo que se quer é descansar longe de tudo e todos. Esqueça isso. Em um navio de cruzeiro não dá para fazer isso (nem querendo). O contato com outros tripulantes e com passageiros é constante. Por outro lado, é um ambiente muito bom para fazer amigos e criar contatos profissionais. Tudo tem um lado positivo.

Um salário variável e um horário complicado

Claro que o valor do salário vai variar de acordo com a função. Mas para quem não está acostumado, um problema pode ser o horário de trabalho. Cruzeiros tendem a ter atividade dia e noite, e, de acordo com a função, o trabalho pode ser a qualquer momento.

Trabalhar até oito meses seguidos!

Pois é, quase ninguém comenta esse pequeno detalhe. Apesar de todos os aspectos positivos, é bom se preparar para ficar sem folga por meses!

E você? Já pensou em trabalhar em um cruzeiro marítimo ou já trabalhou? Conte pra gente o que achou!

Aproveite e compartilhe esse post em suas redes sociais! #Lazer