Santa Teresa é um bairro localizado na Zona Central do #Rio de Janeiro, famoso pela boemia e pelo tradicional bondinho que circula em seu entorno. O bonde azul e amarelo, uma das atrações, sofreu um acidente em 2011 matando seis pessoas e deixando 57 feridos quando os freios da composição falharam e ele descarrilou. O bondinho só voltou a circular após quatro anos.

No dia 15 de dezembro de 2016, a passagem aumentou absurdamente para R$ 20, tendo como motivo a reestruturação do serviço, com mudança de trilhos e novos bondes. Antes do fatídico acidente, o preço da passagem era de R$ 0,60. Para pegar o bonde, é preciso ir até o ponto que fica perto da Estação do Metrô Carioca, no Largo da Carioca, seguindo para a Avenida Chile.

Publicidade
Publicidade

Lá, você deve entrar na Rua Lélio Gama e, na esquina dessa rua, encontrar o Edifício Sede da Petrobrás. Atualmente, o horário de funcionamento vai das 6:30h até às 16:15h, de segunda a sexta-feira, e das 10:00h às 18:00h, aos sábados.

Conhecido pelo circuito gastronômico de bares e restaurantes, o visitante poderá desfrutar de vários estabelecimentos, que oferecem todo o tipo de pratos e tira-gostos. Eis alguns dos principais:

Bar do Mineiro; Bar do Arnaudo; Restaurante Térèze; Espírito Santa; Bar do Bonde; Bar do Tino; Aprazível; Esquina De Santa; Tribas Pizzas; Explorer Bar.

E não é só de comida que vive #santa teresa. O Cine Santa, no Largo dos Guimarães, passa uma programação atual de filmes e possui 61 lugares. Os ingressos estão por R$22, de segunda a quarta-feira, e R$24, de quinta a domingo e feriados.

Publicidade

Para quem quiser se hospedar no bairro, os hotéis Mama Shelter, Santa Teresa Hotel, Hotel Maria Santa Teresa, La Costa Hotel, Mama Ruisa, The Villa, Rio's Nice Hotel, Alma de Santa Guest House, Hotel Castelinho 38, Casa Amarelo Hotel, Casa Cool Beans entre muitos estão à disposição, todos com promoções e benefícios extras.

Outras opções de lazer são o Centro Cultural Parque das Ruínas, com uma vista belíssima, e o Museu da Chácara do Céu e suas coleções de arte de diversos períodos e de diferentes origens. O Centro Cultural Laurinda Santos Lobo frequentemente promove exposições fotográficas, oficinas de dança, música, artesanato, apresentações teatrais, atividades infantis, recitais de piano, cineclube para adultos e crianças e eventos diversos ao ar livre.

Tem ainda a Escadaria Selarón, entre a rua Joaquim Silva, na Lapa, e a rua Pinto Martins, perto dos Arcos da Lapa, que traz um show à parte. Autoria do artista plástico chileno Jorge Selarón, ela é composta por diversos azulejos de várias partes do Brasil e do mundo.

Não deixe de conhecer o bairro mais sui generis do Rio de Janeiro. #bondinho de santa teresa