Revoltada com a segunda colocação no concurso de Miss Amazonas, Sheislane Hayalla partiu para cima da vencedora, arrancou a coroa da cabeça dela e jogou-a no chão, saindo do palco logo em seguida, gritando que o resultado não era justo.

Como diz um même que circula há tempos na Internet: "Gente, qual a necessidade disso tudo?"

A alegação da perdedora para a atitude desmedida foi que houve compra do título por parte de Carolina Toledo, eleita Miss Amazonas.

A partir de agora, a segundona, Sheislane, que disse ter aberto mão de algumas oportunidades raras de emprego para se dedicar ao concurso de #Beleza, certamente estará no foco de todas as discussões sobre misses, beleza e concursos.

Publicidade
Publicidade

Talvez isso lhe dê mais oportunidade que teria se tivesse levado a coroa para casa.

A coordenação do evento ainda não sabia o que fazer com a inusitada situação, logo após o ocorrido. Provavelmente tal fato não está previsto no regulamento, e será necessária uma reunião da cúpula dirigente para resolver qual atitude deverá ser tomada em relação à belicosa concorrente.

Isso se faz necessário porque, além da grande vencedora, as outras bem colocadas na disputa têm compromissos já elencados, inclusive para disputar outros concursos.

Dizem que a revoltada concorrente foi vista tempos depois, em uma lanchonete da capital manauara demonstrando tranquilidade.

Um vídeo foi colocado pela agressora na Internet, no qual ela pede desculpas a quem se sentiu ofendido com sua atitude, mas alega que fez de coração, e apesar de revoltada, não foi uma atitude impensada.

Publicidade

Diz ser de família humilde, porém não joga sujo com ninguém.

Realmente a atitude intempestiva da miss fere o código de conduta que esperamos ver em uma mulher naquela situação, e ao que tudo indica, a sua aprovação pela plateia - de acordo com sua própria interpretação - a fez achar que estava sendo injustiçada. Acusando a família da vencedora de ter comprado o título, Shislaine quis mostrar para o Brasil e para o mundo "que o dinheiro não pode comprar tudo", e que todo mundo já sabia de antemão o resultado do concurso.

Pelo sim, pelo não, o acontecimento suja o nome do evento e põe em xeque as trajetórias dos bastidores.

Mesmo que não tenha sido uma simples não aceitação da derrota, a atitude de Shislaine mostra que, pelo menos por isso, ela não tem condição de participar de uma disputa.

Vamos torcer para que a moça não vire fera em outras situações, pois além de causar constrangimentos, e até possíveis lesões às pessoas, vai acabar queimando sua imagem perante todos, fazendo com que o resultado anunciado pelo corpo do júri mostre que eles analisam não só o formato da embalagem, mas também o conteúdo. Nesse caso, ponto para o júri, e coroa para Carolina Toledo. Esse é o nome da bela. #Entretenimento