Dois suspeitos teriam rendido o vigilante da Policlínica Enfermeira Anna Barreto Perreira, em Manaus. O funcionário teve sua arma roubada na portaria do estabelecimento público. O assalto aconteceu no bairro Monte Sião, na Zona leste da capital do Amazonas.

Segundo informações da Polícia Militar de Manaus, o assalto ocorreu na quinta-feira (19), na parte da manhã. Os assaltantes não chegaram a acessar a parte interna da Policlínica. Durante a fuga, os suspeitos saíram dando tiros para cima. O funcionário da unidade de saúde passa bem, apesar do susto. A notícia do assalto foi certificada pela Secretaria Municipal de Saúde de Manaus.

Publicidade
Publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus, em nota, lamentou o acontecido, e informou que os pacientes que tinham consultas marcadas para o dia tiveram as datas alteradas por causa do assalto ao funcionário do estabelecimento, que causou a suspensão dos atendimentos da policlínica na manhã desta quinta-feira (19).

De acordo ainda com a Semsa (Secretária Municipal de Saúde), a unidade de saúde deve retornar suas atividades normais a partir de hoje, sexta-feira (20). O diretor da Policlínica registrou boletim de ocorrência no 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o processo se encontrar para ser apurado pelas autoridades a autoria do assalto.

Os pacientes ficaram assustados com o assalto na unidade de saúde em plena luz do dia. Além do incomodo de terem suas consultas remarcadas, já que é complicado conseguir uma vaga no sistema de saúde público, os pacientes conviveram com o medo e o terror da crescente onda de assaltos na capital do Amazonas.

Publicidade

Esse foi o segundo assalto em Manaus envolvendo funcionários públicos da cidade em menos de dois dias. Na terça-feira, dia (17), um Policial Militar foi assaltado e baleado na Zona Sul de Manaus, após ter sido rendido por dois homens, que dispararam tiros em direção ao PM. O Policial foi levado para um Hospital no Centro-Sul de Manaus onde passou por procedimentos cirúrgicos. Não foi informado pelo o hospital o estado de saúde do funcionário da segurança pública de Manaus. #Crime