Há exatamente dez anos, um tsunami arrasou vários países e ilhas, deixando milhares de mortos e outros milhares de feridos. No total, a catástrofe causou mais de 230 mil mortes no oceano Índico. No dia de hoje, 26 de dezembro, milhares de pessoas estiveram presentes para prestar homenagens as vítimas do tsunami na Indonésia. Na região de Baiturrahman, em Bahda Acehno norte da ilha de Sumatra, onde o número de vítimas chegou a 170 mil mortos, sendo o maior número de toda a catástrofe por região, sobreviventes e familiares de vítimas do tsunami se reuniram em uma mesquita para prestar homenagens.

A mesquita de Baiturraman foi uma das poucas construções que suportou o devastador e catastrófico fenômeno natural que ceifou milhares de vidas, foi escolhida como local para as homenagens as vítimas do tsunami.

Publicidade
Publicidade

Muitos estrangeiros que tinham como destino de férias a Tailândia, tiveram seus sonhos transformados em pesadelo, pois foram pegos de surpresa por essa catástrofe.

O tsunami foi precedido de um terremoto com epicentro no mar, a trinta quilômetros de profundidade e a cerca de 160 quilômetros a oeste da ilha indonésia de Sumatra. O sismo, com uma magnitude de 9.1 e 9.3 na escala Richter, foi o terceiro maior registrado num sismógrafo e o mais longo, entre 8,3 e 10 minutos e deu origem a outros terremotos em locais tão distantes como o Alasca, nos Estados Unidos.

Foi uma tragédia que consternou o mundo e que levou vários países a se unirem para a reconstrução desses lugares. Hoje, passaram-se dez anos, mas ficou marcado na memória do mundo os momentos de horror que milhares viveram e que jamais será esquecido , principalmente por sobreviventes e familiares de vítimas que até hoje não tiveram nem os corpos de seus entes queridos para velarem.

Publicidade

Nesses momentos é que se faz presente nas pessoas os gestos de humanidade, que aliás, deveriam estar presentes em todos os momentos. Solidariedade e demonstração de que somos todos iguais, irmãos da mesma espécie e que a união fez, faz e sempre fará a diferença. Hoje todos nos unamos em orações por essas vítimas e seus familiares. #Natureza