Isso está ficando cada vez mais preocupante, nossos filhos são o que há de mais importante na vida. Mas ultimamente grandes tragédias andam acontecendo, cada um fala uma coisa, mas afinal de contas, a família está acima de tudo! Trabalho, stress, correria, tudo nos deixa muito agitados ao longo do dia.

Uma menina de dois anos morreu esquecida no carro em São Bernardo do Campo - São Paulo. O pai, na hora de seu almoço, foi buscar a filha na casa da avó e a levou com intenção de passar na escola, deixá-la e depois seguir ao seu local de trabalho. Infelizmente ele a esqueceu e foi para o trabalho, a menina morre por ficar quase 4 horas dentro do veiculo fechado.

Publicidade
Publicidade

Em seguida outra menina de onze meses, em Belo Horizonte - Minas Gerais. A rotina sempre foi de seu pai levá-la ao berçário, mas nesse dia ele viajou e a mãe ficou responsável por isso, então ela pega sua filha, coloca dentro do carro numa cadeirinha apropriada, seguindo com planos de deixar a filha na creche, mas esquece e vai trabalhar.

A menina fica quase 5 horas dentro do carro trancado e morre por vários motivos, desidratação, falta de ar, calor. O corpo humano é bem forte e pode resistir à grandes temperaturas, mas no caso de uma criança isso não é possível.

E como se não bastasse, a mãe sai do trabalho e não percebe que sua filha está no banco de trás já sem vida. Deslocando-se para o berçário, descobre que esqueceu a menina dentro do carro. Começa o desespero (eu matei a minha filha!).

Publicidade

Um pai que diz: Meus filhos são minha vida! Uma mãe que se dedica de corpo e alma aos filhos. Em que mundo estamos vivendo!

Viver sobre pressão no local de trabalho, preocupações financeiras, mudanças de rotina devido às festas de final de ano. Nada disso justifica, mas parece que agora as pessoas andam se carregando de muitas responsabilidades e juntamente com o cansaço de um dia longo de trabalho, estão tendo problemas sérios de memória.

Quando que a uns 50 anos atrás se ouvia um caso de criança esquecida pelos pais em qualquer lugar que seja. Isso era impossível, carregavam até nas costas, mas esquecer nunca.

E essa cadeirinha que foi criada para segurança maior de transportar as crianças no carro, é ótima! Mas se parar para pensar, quando a gente era obrigada a ter uma pessoa para ficar com a criança no colo, no banco de trás, as chances de acontecer algo parecido era zero.

É claro que os pais não têm culpa, vão sofrer pelo resto da vida essa perda. Então onde buscar as explicações para essas tragédias que andam acontecendo com mais frequências nos últimos anos?

A necessidade de ter que trabalhar mais, para dar mais conforto para a família, as mães que saem a luta e para isso precisam deixar seus filhos numa creche ou berçário que seja. Não está dando para aceitar essa loucura, seres humanos inocentes que mal começaram a viver! Alerta geral ao mundo, fiquem atentos mais do que nunca com seus filhos que valem mais que a própria vida!