No mundo inteiro, diversas pessoas estão registrando imagens de anomalias no céu. Nuvens de formatos, aspecto e cores diferentes de tudo que já se tenha visto. Para uns, são os sinais do fim, de acordo com a palavra de Deus. Já para outros, tem total fundamento científico.

As imagens são fantásticas. Nuvens estranhas já foram registradas na Rússia, China, Austrália, Nova Iorque, Michigan, Espírito Santo, Manaus, Bahia e em outros lugares.

A nuvem que caiu sobre Vitoria, ES, no dia 5 de agosto, escureceu o dia em plena 8 horas da manhã, causando uma forte ventania de 80 km/h. Uma nuvem com formato diferente foi vista por muitos capixabas. O fenômeno veio acompanhado de muito vento, assustando os cidadãos.

De acordo com o INCAPER (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural), o fenômeno é raro, mas tem explicação científica. Foi uma passagem de frente fria. #Curiosidades

O céu de Nova Iorque amanheceu bem diferente na terça-feira, 30 de setembro. De acordo com os moradores, o céu estava repleto de nuvens pesadas e um pouco assustadoras. Apesar do susto, o site de previsão do tempo informou que essas nuvens assustadoras são chamadas de Asperatus, uma formação de nuvens que dá a impressão de que ondas do mar estejam no céu. Parece que você está olhando de baixo da superfície do oceano, com as nuvens se movendo como ondas, de forma turbulenta.


Na segunda-feira, 3 de novembro, uma estranha nuvem, com um arco-íris, assustou os moradores da cidade costeira de Wonthaggi, na Austrália. O meteorologista Michael Efron disse que aquilo nada mais era que uma fallstreak, uma grande lacuna circular que aparece em nuvens do tipo cirrocumulus e altocumulus, também conhecidas como nuvem de perfuração. O meteorologista explicou que elas se formam quando a temperatura da água da nuvem está abaixo de zero, mas a água ainda não congelou, por falta de partículas de nucleação de gelo. Quando a água não congela, cai e deixa uma lacuna no resto da nuvem que a cercava.


No último dia 22, a senhora Maria Izabel Benoni registrou da sacada de sua casa em Camaçari, Bahia, mais um fenômeno relativo às nuvens. "Que nuvem estranha! A borda dela era tão sólida que parecia que dava pra pegar...!" 


Tudo bem que os cientistas têm explicações de sobra para estes fenômenos raros da #Natureza. Mas alguém poderia explicar o porquê de tanta frequência desse efeito raro?