O catarinense Dealberto Jorge Silva, 35 anos, viajou com o irmão para uma festa no México e foi encontrado morto. Ambos foram para Cancun em um casamento e ficaram no hotel Dreams Riviera Cancun. Depois, viajaram para Playa del Carmen, que fica perto de Cancun, onde Dealberto foi encontrado morto após uma suposta queda do 12° andar de um hotel do local. O seu irmão, Fernando Silva, estava desaparecido desde então, mas nessa segunda-feira (12) fez contato com a família.

De acordo com informações de familiares que residem na cidade catarinense de Jaraguá do Sul, Fernando ligou para eles e contou que estava escondido, tentando não ser encontrado pelos assassinos do irmão.

Entenda o caso

Os irmãos viajaram no dia 2 de janeiro para a festa de casamento de um amigo e aproveitaram para conhecer o local. Até o dia 7 de janeiro estava tudo, aparentemente bem, já que eles continuavam a postar fotos nas redes sociais enquanto passeavam pelo México. Depois disso, pararam de dar notícias.

O Itamaraty confirmou no último domingo que o brasileiro, Dealberto Jorge Silva, que havia desaparecido alguns dias após o casamento do seu amigo, foi encontrado morto no México. Uma amiga que estava junto com ele e com o irmão foi quem reconheceu o corpo.

Dealberto já havia mandado uma mensagem para amigos alertando que estava em perigo ele contou que ia ser sequestrado por uma russa, amiga do Marchetti. Ele pediu para avisarem a Polícia Federal e falou que estava tudo muito estranho lá.

De acordo com um primo não identificado, que deu uma entrevista à RBS TV, a família até agora não sabe ao certo o que aconteceu e como ocorreu a morte de Dealberto, nem sobre o desaparecimento de Fernando. Eles desconfiam que um dos irmãos possa ter se envolvido com alguma mulher que tenha algum tipo de contato com a máfia do México e que por isso, estão sendo perseguidos. Amigos e parentes aguardam que o Ministério de Relações Exteriores divulgue a causa da morte.

Amigos dos irmãos e da família estão viajando para a casa dos parentes para confortá-los.