A pena de morte é uma forma de condenar um criminoso a perder sua vida por um crime que cometeu. Infelizmente, essa penalidade é aceita em muitos países no mundo.

A execução do brasileiro ocorrida recentemente na Indonésia abalou o sentimento dos brasileiros. Entretanto, o que muitos não sabem é que todos os dias no mundo morrem não só brasileiros, mas pessoas de diferentes etnias e nacionalidades em diversos países pela pena de morte. Ela é aceita em 57 países. É isso mesmo, 57 países! Por isso, todos os dias morrem pessoas devido è esse tipo de pena.

Há várias formas de execução. Na China, Coreia do Norte, Somália, Indonésia, Taiwan, Arábia Saudita e Iêmen a morte é por fuzilamento.

Publicidade
Publicidade

Já o Vietnã, China e Estados Unidos são países que aderiram à pena de morte por meio da injeção letal. O enforcamento ocorre em muitos países como Iraque, Índia, Irã, Japão, Nigéria, entre outros. A eletrocução é utilizada nos Estados Unidos.

Não é apenas a Indonésia que condena por tráfico de drogas. Outros exemplos são o Irã, Malásia, Paquistão, Tailândia e China. Além desses crimes, há países que condenam por não tolerar adultério, homossexualismo, liberdade de religião, dentre outros. Na Arábia Saudita, por exemplo, uma pessoa que comete adultério, fala falsas profecias ou é homossexual, é decapitado. Já o adultério gera morte por apedrejamento no Paquistão, Irã e Somália. Na China, quem ofende militares é fuzilado. Além disso, o condenado à pena de morte na China tem seus órgãos doados para transplantes.

Publicidade

Há uma grande variedade de crimes que geram condenações fatais.

E o pior é que, em muitos desses países, a população é favorável às execuções. Países como a Somália, Arábia Saudita, Coreia do Norte e Irã realizam execuções públicas. Caso o condenado seja inocente, não há como reverter a dor da família em perder um ente querido que não cometeu nada fora da lei. Infelizmente, não é raro haver inocentes sendo condenados à morte.

No Brasil, não há pena de morte, com exceção para crimes em tempos de guerra. Segundo a Constituição Federal no inciso XLVII do artigo 5º penas de morte não são permitidas, salvo em caso de guerra declarada.