O ano novo para muitos foi motivo de alegria, encontro com os amigos e familiares regados sempre a muito espumante. Infelizmente, na cidade de Xangai, na #China, a história foi um pouco diferente. Um tumulto em uma praça lotada na área Bund de Xangai, ainda sem causa definida, deixou pelo menos 35 mortos e 40 feridos.

Segundo balanço do governo municipal, 7 feridos já foram liberados, 13 sofreram lesões graves e entre eles haviam estudantes universitários e crianças. Além disso, entre os mortos haviam 25 mulheres e a idade dos falecidos variou entre 16 e 36 anos.

Os sobreviventes relataram o ocorrido como um momento "horrível e infernal".

Publicidade
Publicidade

Uma das testemunhas disse que " a multidão estava em pânico. Nós permanecemos parados no meio de todos, nos sentido espremidos e sem fôlego". A testemunha reconhecido pelo sobrenome de Yu ainda afirmou que ouviu alguns gritos de socorro, mas o barulho estava muito alto.

As suspeitas para as possíveis causas são de um tentativa de promoção de um bar local. Algumas pessoas relataram terem vistos notas de cem dólares americanos, sendo arremessadas do terceiro andar de um prédio, próximo a praça onde ocorreu a confusão. A ideia era promover o bar M18, que ficava perto do local. As possíveis notas eram na verdade cupons promocionais do bar, cópias de notas de cem dólares com o logo do M18. O bar ainda não se pronunciou a respeito. Há pessoas que relatem terem visto fotos nas redes sociais do dono do estabelecimento com os cupons promocionais.

Publicidade

O presidente chinês, Xi Jinping, se pronunciou nesta quinta-feira (01) exigindo uma investigação imediata sobre as causas do tumulto e incitou ainda, a necessidade de prevenções a incidentes como este no futuro. Foi criado na cidade de Xangai uma equipe de trabalho para dar conta das operações de salvamento e para lidar com as consequências que irão surgir.

No dia seguinte, alguns cidadãos foram às proximidades do local do tumulto portando buquês de flores, em sinal de respeito às famílias das vítimas. #AnoNovo2015