Frequentemente, circulam na imprensa notícias sobre: invasão de computadores, crimes cibernéticos, ameaças a governos, etc. Recentemente, o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sofreu ameaças do grupo denominado "cibercalifado". Eles assumiram o controle da conta no twitter da revista "Newsweek", referenciando o Estado Islâmico e o ataque mortal contra a redação do jornal francês Charlie Hebdo.

Fazendo alusão ao dia dos namorados, comemorado no dia 14 de fevereiro nos Estados Unidos, o grupo publicou o seguinte post: "#CyberCaliphate Dia dos Namorados Sangrento #MichelleObama! Nós estamos observando vocês, meninas e seu marido!".

Publicidade
Publicidade

Nesse mesmo dia (10) a coordenadora de contraterrorismo, Lisa Monaco, anunciou a formação de uma nova agência do #Governo dos Estados Unidos, cujo objetivo é monitorar e analisar as ameaças de segurança cibernética.

O grupo "cibercalifado" também assumiu a responsabilidade pela invasão das contas do Pentágono nas redes sociais, em janeiro de 2015, coincidindo com o discurso do Presidente Obama para reforçar a segurança cibernética norte-americana, após incidentes de ataques virtuais, a exemplo da Sony Pictures, em que autoridades dos EUA culparam a Coreia do Norte.

O Governo de diversos países vem solicitando informações sobre usuários específicos, a exemplo da rede twitter, que também recebeu solicitação de retirada de postagens de diversos usuários ao redor do mundo. Foi detectado que as contas nessa rede social são mais vulneráveis a invasões por hackers.

Publicidade

Ainda sobre o twitter, de acordo com seu relatório de transparência, a rede recebeu 2.8 mil pedidos de dados de usuários no segundo semestre do ano passado, repercutindo em um aumento de 40% em relação ao período anterior. As solicitações realizadas foram de 50 países, com destaque para: Rússia, Turquia e Estados Unidos, que lidera a lista e obteve 80% dos seus pedidos atendidos. O Brasil liderou os pedidos de informação da América Latina e teve 14% de atendimento às suas solicitações ao twitter.

Segundo pesquisadores e ex-operadores da Rússia, a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) é capaz de esconder um software espião dentro de discos rígidos de diversos fabricantes, possibilitando a espionagem da maioria dos computadores do mundo pela agência.

Com o advento da internet e novo conceito de relacionamento, através de redes sociais, o comportamento da sociedade mudou e a necessidade de políticas que sustentem o crescimento dessas redes é muito grande, surgindo uma grande necessidade de monitoramento em cada uma delas, principalmente pelas empresas e órgãos do governo.