A Holanda é um país famoso por ser permissivo quanto ao consumo de drogas leves no país, neste caso, a maconha. No país, a venda de drogas nunca foi legalizada. De maneira oficial, vender drogas, independente de qual seja, ainda é crime. Entretanto, as autoridades não prendem nem processam quem compra ou vende até 5 gramas de maconha.

Para tentar organizar e limitar a venda e o consumo de drogas por usuário, o governo autorizou a criação de uma espécie de "casa da maconha", conhecidos como coffee shops. Nestes lugares, é possível comprar e vender até 5 gramas de maconha por pessoa. Todavia, alguns estabelecimentos estão vendendo quantidades acima do permitido e comercializando a droga para turistas.

Publicidade
Publicidade

Por isso, o governo da Holanda deu ordens para a polícia e promotoria agir energicamente em casos de vendas acima do permitido. Com isso, até o presente momento, aproximadamente 30 coffee shops já foram fechados na cidade de Amsterdã.

Vale ressaltar que turistas, até mesmo os estrangeiros, não podem usar drogas na Holanda. Caso o coffee shop venda maconha para eles, o estabelecimento pode ser multado ou fechado.

Para diminuir ainda mais o número de coffee shops, o governo utiliza de regras antigas, como: não é permitido perturbação da vizinhança e limitações de horários de funcionamento. Além disso, novas regras foram criadas, por exemplo, a proibição da existência desse tipo de casa de comércio perto de escolas. 

O governo holandês quer diminuir em pelo menos 33% o número de coffee shops abertos no país.

Publicidade

Somente em Amsterdã, havia 198 "casas de drogas" abertas. Como parte do pacote de medidas para reduzir o número de estabelecimentos que vendem maconha, a Holanda não vai conceder nenhuma nova licença e o comércio que fechar não poderá ser reaberto, mesmo que seja em outro local. O atual governo espera conseguir extinguir totalmente os coffee shops, principalmente na região do Red Light District.

Devido a essas novas medidas rigorosas do governo holandês, alguns donos de coffee shops já estão fechando o comércio, mesmo que ainda não tenham sido obrigados a fazerem isso. Outros donos já trocaram a especialidade, mudando o ramo para a venda de bebidas alcoólicas, ou seja, bares tradicionais.