Quando a sociedade tenta imaginar até onde vai a maldade humana, fatos novos e surpreendentes surgem para chocar. Esse é o caso de um menino de três anos que ajudou a polícia a prender o assassino de sua mãe, do qual ele presenciou o #Crime.

O crime aconteceu em Jataí, no interior do estado de Goiás. De acordo com informações fornecidas pela Polícia Civil de Goiás, um caseiro passava pela estrada de terra da cidade e se deparou com o menino sozinho, ocasião em que a criança o abordou pedindo ajuda e alegando que sua mãe havia sido assassinada.

O menino mostrou o local do crime e o caseiro acionou a polícia. O corpo da mãe da criança, a vendedora Larrisa Carvalho, de 28 anos, foi encontrado em um matagal próximo à estrada.

Publicidade
Publicidade

A moça foi esfaqueada pelo menos onze vezes em frente do filho de três anos, não resistindo aos ferimentos.

Logo quando chegou ao local, a polícia já descartou a possibilidade de latrocínio, uma vez que a bolsa e roupas que a vendedora vendia, permaneceram intactos em seu carro. O carro de Larissa estava a cinquenta metros do local onde seu corpo foi encontrado.

Larissa estava com o filho dentro do carro quando o criminoso a agarrou, arrastando-a para fora do veículo, levando-a para dentro do matagal e começando a alvejá-la mortalmente com uma faca.

Um homem de cerca de quarenta anos confessou o crime para a polícia. Sua justificativa foi ter cometido o crime de assassinato por amor, uma vez que era apaixonado por Larissa, mas a jovem não queria nada com ele e o desprezava.

Larissa já estava acostumada a sair para vender roupas e se encontrar com conhecidos que queriam comprar seus produtos.

Publicidade

Por conta disso, acredita-se que a jovem nunca desconfiou que poderia sofrer algum tipo de dano ao atender o pedido de um possível cliente, uma vez que era dali que tirava o sustento do filho.

O crime foi premeditado pelo assassino, que marcou com Larissa informando que queria comprar algumas roupas em local próximo ao que fora cometido o assassinato. O menino foi entregue aos cuidados da família de Larissa.