A polícia dos Estados unidos inovou o método de abordagem dos cidadãos através de comunicados. Para chamar a atenção e conseguir passar a mensagem com clareza, a polícia de Harlan (Kentucky, EUA) informou que a culpada pela temperatura congelante que assola várias cidades norte-americanas é a personagem do conto de fadas da Disney, Frozen, a rainha Elsa.

Para deixar o comunicado com um tom informativo e divertido, a polícia americana emitiu uma nota, pelo Facebook, informando uma ordem de prisão contra a rainha do Reino de Arendelle. Elsa está sendo acusada pelo crime de espalhar a neve com o seu poder congelante, sendo a principal responsável por todos os problemas referentes à queda de temperatura.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o departamento de policia de Harlan, a suspeita é uma mulher loira, que foi vista com um longo vestido azul, sendo conhecida pela famosa música Let it Go!. Com seus poderes de neve, ela é muito perigosa e por isso, não tente prendê-la sozinha.

A brincadeira envolvendo a estrela da Disney, do #Filme Frozen, a rainha Elsa, teve uma repercussão inesperada. Pois, além de conseguir a atenção de todos os cidadãos das cidades abaladas pela nevasca, a notícia mexeu com a imaginação de adultos e crianças que já assistiram um dos melhores filmes animados da Disney, Frozen. Esta notícia está percorrendo o mundo, a polícia de Harlan está famosa e agora, a partir dessa brincadeira, para as crianças, tudo o que se refere à neve será associado a rainha Elsa.

Após a grande repercussão nas redes sociais, a polícia de Harlan fez um pronunciamento sério informando a real situação dos lugares que estão com baixas temperaturas e muita neve.

Publicidade

As autoridades pediram que as pessoas tomem todas as precauções para se manterem e ajudar os familiares e amigos durante todo o período em que permanecer o "feitiço da rainha da neve, Elsa".

A atitude da polícia foi interessante, pois a intenção era chamar a atenção de todos para o problema climático. Caso eles colocassem uma nota tradicional, com um tom formal, o comunicado seria apenas mais um, talvez, poucas pessoas iriam ler. Com essa ideia de interagir a noticia real com a ficção, todos os habitantes do lugar devem ter lido e estar cientes de como agir. Dessa forma, com um jeito original e muito criativo, a missão de alertar a população foi cumprida.