Após o pedido realizado pelo governo australiano e pela Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA), a Agência Nacional de Aviação Civil passa a recomendar dois tripulantes na cabine dos voos no Brasil. A medida de segurança foi solicitada pela agência após o desastre do voo da Germanwings.

As empresas devem manter dois tripulantes na cabine durante o curso do voo. Caso o piloto ou o co-piloto tenha de deixar a cabine, um componente da tripulação deverá assumir o seu posto, impedindo que nenhum funcionário fique sozinho na cabine de voos brasileiros.

"A recomendação está em consonância com a de outras autoridades reguladoras da aviação civil do mundo, com base nas informações atualmente disponíveis sobre o acidente com o voo 4U9525, da empresa Germanwings, ocorrido no último dia 24/03, e enquanto se aguarda o resultado final das investigações técnicas", informa a Agência Nacional de Aviação Civil.

Publicidade
Publicidade

A medida poderá sofrer alterações conforme as investigações da queda do Airbus A-320 prosseguem nos Alpes Franceses. Enquanto não terminam, a ANAC recomenda a presença de dois tripulantes na cabine dos voos operados no Brasil pelas empresas de transporte aéreo.

Após o acidente, diversas companhias no mundo adotaram medidas de segurança em relação à cabine de seus aviões. Nenhum piloto fica sozinho na cabine desde a semana passada, quando o voo da Germanwing, o 4U9525 caiu e matou 144 passageiros e 6 tripulantes nos Alpes Franceses. As empresas adotaram atitudes emergenciais até que o caso do avião da filial da Lufthansa seja investigado e as possíveis causas do acidente sejam apontadas.

Confira a lista das empresas que adotaram medidas de seguranças em suas cabines:

Alemanha

Lufthansa, AirBerlin, Condor, TuiFly e DHL/European Air Transport Leipzig

Austrália

Austrian Airlines e Flyniki

Inglaterra

EasyJet e Thomson Airways

Bélgica

Brussels Airlines, Jetairfly e Thomas Cook

Canadá

Air Canada, Air Transat e WestJet

França

Corsair International

Letônia

AirBaltic

Noruega

Norwegian Air Shuttle

Escandinávia

SAS

Islândia

Icelandair

Suiça

Swiss