Uma informação chocou os europeus e todo o mundo na manhã desta quinta-feira (26). O copiloto do airbus A320, que ia da Espanha para a Alemanha, teria derrubado a aeronave intencionalmente. A tragédia aconteceu na região dos Alpes, na França. O local por ser de difícil acesso faz com que as equipes possam demorar dias para realizar o resgate dos corpos.

A investigação do caso já é tratada como homicídio voluntário. A informação foi confirmada nesta manhã pelo procurador de justiça francês, Brice Robin. Segundo ele, o piloto alemão Andreas Lubitz, de 28 anos, teria "feito a aeronave perder atitude de forma intencional".

Publicidade
Publicidade

Em poucos minutos o avião saiu de uma altitude de mais de dez mil metros para cair nas montanhas francesas, que ficam em média a dois mil metros de altitude.

Caixa preta é a maior prova da intencionalidade do profissional alemão

Uma das caixas pretas do avião já foi encontrada. Nela, uma grande revelação. O piloto do avião da Germanwings teria saído de seu local de trabalho para ir ao banheiro. Quando voltou, a porta da cabine estava fechada. O profissional bateu insistentemente na porta para seu colega abrir, mas não obteve nenhuma resposta.

Já o copiloto teria alterado a configuração do avião para modo descida. Durante os dez minutos em que o avião estava caindo, o comandante da aeronave tentou contato com o alemão, mas esse permaneceu em silêncio. "A gente ainda não sabe tudo o que aconteceu, mas já dá para entender que o copiloto quis destruir a aeronave, ou seja, ele queria se matar e matar todos a bordo", revelou o procurador de justiça francês.

Publicidade

Passageiros e piloto tentaram arrombar a porta da cabine

O representante do governo da França, no entanto, descartou a hipótese de ataque terrorista. "Quando a ataque terrorista nós não temos evidências, só tratamos o caso como homicídio intencional", respondeu aos jornalistas. O airbus voava a 700 Km por hora e nos segundos finais dava para ouvir a respiração do copiloto, que estava normal. Na mesma gravação contida na caixa preta é possível ouvir os passageiros e o piloto tentando derrubar a porta da cabine. A morte dos 150 a borda foi instantânea. #Crime