Nesse domingo, dia 22 de março, foi comemorado o Dia Mundial da Água. Por ser uma data especial, a UNESCO divulgou um relatório sobre a situação hídrica no mundo. Todos os anos, a UNESCO trabalha um tema específico sobre água. Nesse ano o tema foi: "Água e Desenvolvimento Sustentável" que tem como principal objetivo discutir o papel da água doce no desenvolvimento sustentável nos países.

Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO, esclarece que há uma relação direta entre água, o desmatamento, a poluição, a perda da biodiversidade e o aumento da degradação nas áreas urbanas. Continua dizendo que se o uso da água continuar como está, não haverá demanda suficiente de água e, o mais importante, não haverá água de qualidade.

Publicidade
Publicidade

O relatório da UNESCO adverte que é de extrema importância os países pensarem em soluções concretas para o assunto hídrico, pois negligenciar esse fato poderá tornar mais difíceis decisões futuras, causando conflitos localizados e atingindo populações mais pobres.

Os dados mostram que a demanda por água até 2050 deve crescer 55%. Outra informação assustadora é que se nada for feito, até 2030 haverá 40% a menos de reservas de água do que há hoje. O relatório ressalta que o aumento populacional atinge diretamente o problema da água, pois causa o aumento da produção de alimentos. É sabido que a agricultura consome a maior parte da água do planeta e esse dado tende a aumentar até 2050, cerca 60%.

No ano de 2015, os países do mundo inteiro terão como missão criar objetivos e ações para um bom desenvolvimento hídrico mundial e a tecnologia terá lugar central nas discussões, tendo como função criar novas maneiras de utilizar a água.

Publicidade

O relatório Mundial das Nações Unidas tem como colaboradores 31 agências do Sistema da ONU e 37 parceiros que compõem a ONU-Água.

Água e Brasil

Cerca de 12% da água doce de todo o planeta se concentra no Brasil. O brasileiro tem um consumo médio de 165 litros de água por dia, já a OMS recomenda o consumo de 110 litros por dia. Os estados do Rio de Janeiro e Maranhão superam esse nível e gastam cerca de 200 litros de água por dia. #Natureza