Yasmin Jones, de apenas vinte e dois anos sempre amou animais de forma explicita e esse amor foi “provado” de uma maneira trágica. Seu cão havia escapado e passado por baixo de um porão que dá acesso à linha do trem. O cão chegou até a passagem sobre a linha do trem e ficou parado. Assustada, Yasmin correu para salvar o cachorro.

A jovem e animada Yasmin foi atropelada pela composição enquanto tentava resgatar o seu cãozinho. Tanto a jovem, quanto o seu cão vieram a óbito. Os amigos de Jones ficaram chocados com a notícia, demonstrando seus sentimentos através das redes sociais. Sua família está devastada com a perda prematura de Jones.

Publicidade
Publicidade

O caso teve grande repercussão na Inglaterra, onde o assunto foi destaque na mídia escrita e falada, bem como nas principais plataformas de relacionamento online, como Facebook e Twitter.

A moça era natural de Glastonbury, mas havia se mudado para Liverpool para realizar o seu sonho estudando Artes Dramáticas (ou cênicas). Yasmin trabalhava como garçonete em um Pub de um hotel para poder pagar pelos seus estudos na universidade. Por ser muito sociável e divertida, a moça é descrita pelos amigos como alguém que sempre fazia todos sorrirem.

O pai de Yasmin, Sr. Nigel, contou que pouco antes do trágico acidente, a filha passeava com seus cães e que pretendia dar uma volta com os animais em uma reserva ambiental que existe na cidade. Por ser muito bonita, a jovem Jones já havia trabalhado como modelo, mas sua grande paixão sempre foi o palco de um teatro.

Publicidade

Na página pessoal de Yasmin no Facebook existem diversas fotos da moça com seus amigos. Em quase todas ela está sorrindo e demonstrando estar muito feliz ao lado das pessoas que ama.

Com os amigos da faculdade já fazia algumas peças e sonhava montar um grupo de teatro. Apesar de trabalhar muito, Yasmin Jones gostava de frequentar baladas com os amigos sempre que podia. Os seus amigos pretendem montar uma peça falando sobre a sua vida, como uma forma singela de prestar uma homenagem póstuma.