Em 2011 um tsunami avassalador derreteu seis reatores de energia nuclear, contaminando Fukushima com radiação, sendo esse o pior acidente nuclear desde Shernobyl em 1986. Por conta disso, moradores foram retirados às presas do local, deixando para trás suas casas, carros, comércios e #Animais.

Matsumara foi um desses moradores. Saiu da cidade para se proteger, mas depois de ver uma notícia de que milhares de vacas haviam morrido presas em celeiros, voltou para cuidar de seus animais. Entretanto, quando chegou na ilha viu que haviam diversos animais abandonados pelo local deserto e decidiu cuidar de todos eles. Muitos estavam amarrados e magros, mas Matsumara mudou essa triste realidade.

Publicidade
Publicidade

Ele não se importa com o risco de contaminação, até mesmo porque, segundo ele os primeiros sintomas da exposição à radiação podem aparecer entre trinta ou quarenta anos e o mesmo acredita que nesse tempo já estará morto de qualquer maneira, devido sua idade avançada. Todo os dias vai até o local alimentar os indefesos bichinhos abandonados, que prontamente o recebe com alegria.

São dezenas de gatos, cachorros, vacas, avestruzes, porcos e muitas outras espécies de aves e de mamíferos que são cuidados por Naoto Matsumara. Esses animais não podem ser transferidos para outro lugar, pois existe o risco de que contaminem a população. Por isso, Naoto precisa ir até os seus solitários amigos, pois caso contrário eles morreriam de fome.

Os animais do local já o conhecem e sabem que Matsumara é o único ser humano à visitá-los, por conta disso, quando Naoto chega, é momento de festa, com direito a pulos, latidos, miados, pulos e muito mais.

Publicidade

Na hora de ir embora é a mesma coisa, parece que os animais e seu fiel dono conseguem se comunicar toda vez que se encontram.

Naoto Matsumara possui um blog onde fala calorosamente sobre seus animais, os considerando como parte de sua família. Ele passou a ser conhecido no Japão como o “Guardião dos Animais de Fukushima”, título do qual ele muito se orgulha de ter recebido.