Quem passava pela rua East Village, no bairro de Manhattan, em Nova York, nos Estados Unidos, levou um susto na tarde desta quinta-feira (26). Os moradores da região relataram que ouviram um forte barulho, seguido de uma forte explosão. Mais de cem bombeiros já estão no local, os primeiros feridos já começaram a ser resgatados. A hipótese cogitada para a ocorrência do acidente é de um possível vazamento de gás, ocasionando a explosão. O incêndio começou em um restaurante, localizado no subsolo de um edifício. Ainda não há informações sobre possíveis mortos. Contudo, cerca de três pessoas encontram-se desaparecidas.

De acordo com informações da emissora de notícias CNN, cerca de 30 pessoas foram feridas durante a explosão, mas já foram socorridas pelos bombeiros que se encontram no local.

Publicidade
Publicidade

O edifício fica localizado na segunda avenida do bairro Manhattan, número 125, considerada uma das regiões mais conhecidas de Nova York. Segundo a Globo News, pelo menos quarenta pessoas podem estar sob os escombros. A explosão aconteceu por volta das 15h15, horário de Nova York.

Os bombeiros chegaram após a explosão e começaram o trabalho de resfriamento do edifício. Com uma queda parcial do prédio, o trabalho teve de ser interrompido. Até o momento, apenas um pessoa foi socorrida em estado grave, em decorrência da primeira queda dos escombros. Os jornalistas tiveram que ficar afastados pelo menos, duzentos metros do prédio, por recomendações de segurança. O incêndio acontece em uma região considerada antiga no bairro de Manhattan, por isso, teme-se que o fogo se alastre para outras edificações.

Publicidade

Conforme os trabalhos dos bombeiros prossegue, os escombros do prédio vão desmoronando. Os bombeiros informaram às 17h35 que não sabiam se ainda poderiam existir vítimas na parte do subsolo, onde teria acontecido a primeira explosão.

Incêndio está em nível sete, numa escala que vai de zero a dez

Mais de 25 unidades do departamento dos bombeiros estão na região. A escala do incêndio está em sete, em um nível que vai de um a dez, considerado de extrema gravidade. Com isso, os profissionais que apagavam o fogo dentro da construção, para tentar salvar os sobreviventes, tiveram que sair da edificação. Por volta das 17h35, horário de Brasília, o trabalho estava sendo feito por escadas magirus, e praticamente apenas a fachada do prédio encontra-se erguida.