O mundo achava que não teríamos Papas tão simpáticos e populares quanto João Paulo II, mas o Papa Francisco vem arrebatando corações de pessoas ao redor do mundo, sejam católicos ou de outras crenças. Ele já entrou pro pontificado numa situação jamais ocorrida, a renúncia do Papa Bento XVI, e para nossa alegria ele é um Papa originalmente sulamericano. Nascido na Argentina, o Papa desde que foi anunciado vem causando boas impressões em todos, seja recusando os anéis de outro e vestimentas muito pomposas, ou seja pela recepção que ele teve conosco durante a Jornada Mundial da Fé, pegando crianças no colo e dando atenção a todos ao seu redor.

Desta vez descobrimos mais uma de suas maravilhosas surpresas.

Publicidade
Publicidade

Francisco costuma ligar para pessoas sem se identificar antes, imagina do nada você receber uma ligação e ser o próprio Papa! Pros católicos deve ser uma grande alegria. Mas o que ele fez com Diego Neria Lejárraga, de 49 anos, foi de mudar para sempre a vida dele. Diego o havia escrito sobre as discriminações que sofria dentro da igreja que frequentava, pelo fato de ter trocado de sexo.

Em um gesto que jamais Diego esquecerá, o Papa marcou um encontro com ele às escondidas, sem colocar este compromisso em sua agenda oficial. Já que dentro da igreja que Diego frequentava, o padre havia dito ao Vaticano que Diego era o "Filho do Diabo". Despido de preconceitos o Papa encontrou Diego e seu companheiro num local não revelado ainda. Diego afirma que foi a melhor experiência da vida dele, e que lembra até agora das palavras doces e gentis de Francisco:

"Nosso Deus quer bem a todos os seus filhos, independente de como eles sejam, e por ser um filho de Deus a Igreja lhe aceita como você é".

Publicidade

Diego não diz muita coisa sobre o encontro e diz que o que aconteceu é segredo só deles, mas que a experiência de ser acolhido pelo Papa ajudou a apagar alguns traumas que a vida lhe impôs. Diz também que que renovou a sua fé na #Religião e que agora se sente feliz e completo por ter sido aceito de vez pela maior autoridade católica.