Não é muito comum em lugar nenhum vermos um animal como o rinoceronte, do porte dele, e com a força que possui, andando pelas ruas e perseguindo pessoas. Parece cena de filme de 'Hollywood', mas aconteceu hoje no Nepal, país do sul asiático.

 Os continentes asiático e africano são os únicos no mundo onde vivem os rinocerontes, de mais diversos tipos, alguns já até estão extintos. O grande dilema de regiões como essa é que o homem vem tomando cada vez mais espaço no meio natural, deixando cada vez menores os habitat de #Animais enormes como os rinocerontes.

Sendo assim, diversos parques de conservação da fauna e da flora local são criados nesses países, e alguns com não muita segurança, como é o caso da Reserva de Parsa, no Nepal.

Publicidade
Publicidade

Ainda não se sabe como nosso amigo gigante, o rinoceronte, escapou da reserva, mas ele trouxe um pouco de medo e desespero a população.

Durante a fuga, infelizmente houve uma vítima, uma senhora de 61 anos foi atacada e acabou morrendo. Além dela mais de 5 pessoas foram feridas pelo rinoceronte. 'Ele perseguia os habitantes da cidade', dizia um morador.

Segundo informações, o rinoceronte andou cerca de 20 km além da Reserva de Parsa, chegando assim a cidade de Hetauda, onde levou desespero a população, e acabou ferindo e matando pessoas. A capital Kathmandu está a cerca de 40 km de Hetauda, os responsáveis garantem que tomarão providências para que o rinoceronte não avance mais, podendo chegar a capital.

O jornal The Guardian publicou que muitas pessoas tentaram deter o animal, que perseguia não só pessoas, mas veículos, e utilizavam tranquilizantes, mas sem sucesso algum.

Publicidade

Autoridades locais e da Reserva afirmam que tem total intenção de recuperar o animal, e levá-lo de volta ao habitat, sem violência alguma.

O rinoceronte foi visto descansando atrás de um hospital  em Hetauda, as autoridades já se mobilizaram e até levarão elefantes treinados, que tentarão encurralar o rinoceronte para que ele faça o caminho de volta a reserva. Eles ponderam também a possibilidade de sedar o animal.

Com o aumento do desmatamento, a área onde vivem esses animais está ficando cada vez menor. O que reflete na vida das pessoas das cidades, que uma vez que os rinocerontes não tem alimento, ou um habitat, eles irão procurar outro lugar para viver, e acabam chegando a cidades como Hetauda, provocando alvoroço e medo.