Todo mundo gosta de uma boa festa, e na Alemanha não é diferente. Na cidade de Hamburgo, famosa por ser o local de origem dos deliciosos hambúrgueres, o chopp germânico tem seu destaque garantido. No bairro de St. Pauli, o mais boêmio da cidade, as pessoas parecem estar considerando que se todo o álcool que entra deve sair, que saia com seu dono.

Cansados dos "cidadãos" desprovidos de educação que urinavam nas paredes, postes ou qualquer canto nas imediações de St. Pauli, um grupo de moradores locais decidiu tomar medidas por conta própria. Denominada por eles de "St. Pauli está mijando de volta", alguns dos pontos mais afetados foram pintados com uma tinta especial, com propriedades repelentes a líquidos, muito utilizada na indústria para produção de embarcações.

Publicidade
Publicidade

Para que ninguém se atrevesse a reclamar, avisos foram espalhados pelo local com a frase em alemão e inglês, "Não mije aqui! Mijamos de volta!". Ao urinar nas paredes, todo o líquido, que antes escorreria até o chão, agora retorna diretamente a frente, pegando os mal-educados desavisados de surpresa, e os encharcando com a própria urina. Sapatos e calças não saem mais ilesos depois destas mudanças.

O problema para os moradores está por conta do investimento feito, algo em torno de R$1600 para cobrir uma área de 6 metros quadrados de parede. Segundo eles, cada centavo foi bem empregado, já que agora eles não precisam mais conviver com o mau cheiro ou perder seu tempo limpando.

Futuramente

Embora essa técnica tenha sido aprovada, a princípio, muitos temem que o efeito seja passageiro, já que pegou as pessoas de surpresa.

Publicidade

Os mais espertinhos já estão com alternativas para burlar o mecanismo de contra-ataque, simplesmente urinando em uma posição mais inclinada em relação à parede.

Para os moradores, resta esperar que pelo susto e pela repercussão de tal caso, as pessoas lembrem de levar a educação para St. Pauli. No vídeo da campanha postado na internet, em cinco dias após a publicação, a quantidade de visualizações já havia ultrapassado a marca de um milhão. Alguns comentários diziam: "Paredes que urinam de volta em você - que poético!" ou "Nós precisamos disso por todo o mundo!". #Curiosidades