O Ministério dos Transportes da Indonésia tem planos para construir novos aeroportos, reformar os atuais e ampliar o número de pistas existentes, para tal, eles reservaram um orçamento de 5,4 bilhões de doláres. A meta é a inauguração de uma média de 15 novos aeroportos por ano, estes complexos estarão localizados em áreas de risco de desastres naturais, regioões remotas, cidades fronteiriças e outras pelo País.

Na abertura da Feira de Viagens da Garuda Indonésia, em Jacarta, na última sexta-feira (3), o diretor-geral de transporte aéreo, Suprasetyo, disse: o número passageiros de tráfego aéreo indonésio entre 2010 e 2014 totalizarou 335 milhões, com um crescimento médio anual de 15 por cento, este número é considerado ainda moderado em comparação com o tamanho potencial do mercado.

Publicidade
Publicidade

A falta de infra-estrutura tem sido identificado como o fator de impedimento. Suprasetyo acrescentou que o governo está trabalhando em mais acordos G2G para melhorar a acessibilidade com os destinos regionais e internacionais, e abrirá 217 rotas pioneiras em 28 províncias este ano.



"Este é considerado moderado em comparação com o tamanho potencial do mercado. A falta de infra-estrutura tem sido identificado como o fator de impedimento", disse. 

O presidente-executivo da Hotels.com afirmou que os viajantes asiáticos estão impulsionando o crescimento do #Turismo. David Roche ainda concluiu dizendo que novas companhias aéreas de baixo custo têm incentivado os turistas asiáticos para viajar mais.

A Indonésia tem como um dos principais componentes da sua economia o turismo que contribui para o PIB nacional historicamente entre 8-12% .

Publicidade

Entre seus principais atrativos estão as famosas ilhas de Java e Bali, com suas praias exuberantes e áreas vulcânicas. Além da excêntrica e gigantesca capital que está entre as 10 maiores cidades do mundo e e sua composição 17508 ilhas, que confere ao País paisagens naturais únicas e belíssimas. Com os novos aeroportos, espera-se que o número de turistas cresça ainda mais. #Viagem