Uma das funções que o Facebook possibilita ao usuário é trocar o status de 'solteiro' para 'casado' ou 'em relacionamento sério', seja qual for a escolha do momento, o anúncio sempre causa bastante repercussão no círculo de amizades da rede social.

Contudo, uma inusitada decisão da Suprema Corte do estado de Nova York causou espanto aos usuários do facebook, que a partir de agora podem anunciar na rede a intenção de separação. A mensagem não precisa necessariamente ser postada no perfil público, pode ser enviada na forma privativa, que passa a servir como um aviso judicial para o início de um processo de divórcio.

A decisão da nova jurisprudência criada pela Suprema Corte de Nova York é amparada na grande dificuldade encontrada por advogados e a parte interessada pelo divórcio em entrar em contato com o réu.

Publicidade
Publicidade

Outro grande problema é o envio dos papéis do divórcio, que muitas vezes não chega ao destino final por mudanças de endereço ou erros de postagem.

A decisão foi concedida pela Corte à Ellanora Baidoo, casada com Victor Sena Blood-Dzraku, que após a formalização da união, o casamento nunca teria sido consumado e que o casal nunca teria morado junto. Segundo Baidoo relatou, a comunicação com o marido era feita apenas por telefone e pelo facebook, já que Victor não possui endereço fixo nem qualquer outra forma de contato. Diante dos fatos, Baidoo entrou na #Justiça com um pedido de divórcio, contudo, o advogado nunca conseguiu entregar os papéis pessoalmente para iniciar o processo judicial de separação.

A permissão de envio da documentação do divórcio por meio do facebook foi concedida pelo juiz Mattheu Cooper, da Suprema Corte de Nova York, permitindo que a confirmação de recebimento do pedido pela rede seria um meio legal para dar início ao processo.

Publicidade

Pensando em facilitar o andamento da decisão, a nova jurisprudência valida um aviso pelo facebook. Ou melhor, três avisos serão emitidos na página do réu, a mensagem será feita uma vez por semana, durante três semanas consecutivas.

Segundo o juiz Matthew Cooper 'Os papéis do divórcio serão transmitidos ao réu em uma mensagem privada pelo Facebook'. Caso em nenhuma das tentativas haja resposta, as mensagens serão continuamente enviadas até que o réu tome conhecimento. Até o momento Victor não teria respondido ao recebimento da documentação de divórcio. #Internet