Uma campanha foi lançada nos Estados Unidos com um objetivo de homenagear as mulheres que fizeram parte da #História do país. O movimento Woman on 20s (Mulheres nas Notas de 20) planeja estampar o rosto de uma mulher nas notas de dólar pela primeira vez na história. A campanha mobilizou mais de 600 mil pessoas e elegeu a ex-escrava Harriet Tubamn (1822-1913) para substituir a figura do ex-presidente americano Andrew Jackson (1767-1845).

A campanha Woman on 20s foi criada pela executiva Barbara Ortiz Howard e a jornalista Susan Ades Stone. A mobilização foi tamanha que gerou uma petição enviada à Casa Branca no último no dia 12 de maio solicitando aprovação do presidente Barack Obama.

Publicidade
Publicidade

A palavra final na hora da decisão será do Departamento do Tesouro, que é responsável pela emissão das notas e não altera uma imagem no papel-moeda americano desde 1929.

Negra, Harriet Tbamn nasceu escrava e participou da luta do país em prol da liberdade, além disso, ela foi espiã da União durante o período da Guerra Civil nos Estados Unidos e foi uma das mulheres mais importantes na conquista do direito a voto das mulheres.

Já a antiga figura que ilustra a nota, Andrew Jackson, foi o sétimo a assumir a cadeira da presidência dos #EUA e é uma figura totalmente oposta a ex-escrava Harriet Tabamn. Andrew ficou conhecido pela conduta militarista, chegou a desalojar povos indígenas e não concordava com a ideia de haver um Banco Central.

Harriet Tubamn disputou com outras 14 mulheres que fizeram parte da história do país.

Publicidade

A votação foi aberta ao público por meio do site da campanha em duas etapas, na primeira com o total de candidatas e na segunda com as quatro finalistas.

A vencedora disputou a segunda etapa contra as finalistas: Eleanor Rosevelt (ex-primeira dama, esposa de Franklin Roosevelt), Rosa Parks (ex-costureira e símbolo dos movimentos de direitos civis dos negros) e Wilma Mankiller (primeira mulher chefe da Nação Cherokee, a maior das três tribos reconhecidas pelo governo federal dos EUA).