Mais uma imagem está causando polêmica na internet e nas ruas. O que você faria se desse de cara com um ídolo satânico? No último mês, cidadãos norte-americanos se sentiram ofendidos com a situação e protestam para que estátua não seja colocada nas ruas da cidade de Detroit, nos Estados Unidos, após ser inaugurada em restaurante. Membro da seita reclamam da falta de compreensão de moradores e acreditam que a #Religião deles também merece visibilidade e respeito.

A imagem é de um homem de corpo musculoso, cabeça de bode, chifres, asas, segurando um bastão de Esculápio com duas crianças ao seu lado. Seu peso de é uma tonelada e meia, com 2,59 metros de altura.

Publicidade
Publicidade

Este é o ídolo pagão Baphomet (Bafomé), adorado por membros do Templo Satânico da cidade, e foi instalada em um edifício da cidade estadunidense.

Para inauguração, várias pessoas foram convocadas e o sigilo era necessário para fazer parte do momento, considerado histórico pelos membros da seita. A inauguração, que aconteceu às 11h30, foi marcada por orações e adoração ao ídolo sagrado.

Após ser inaugurada em um restaurante, Bert Deaning, proprietário, pediu que os membros da seita retirassem o ídolo do local, diante dos protestos dos frequentadores.

"Detroit é uma área muito religiosa. Acreditei que se tratava de uma igreja e não sabia dessa estátua e nem que eram adoradores do Diabo", disse o dono.

Com a retirada da imagem, Deaning soliciou a realização de missas contra Baphomet para "purificar o local".

Publicidade

"Não precisamos de uma festa de boas-vindas ao Diabo", ressaltou o pastor Dave Bullock, de uma igreja batista de Detroit.

Ignorância

Para a organização do Templo Satânico, ao desprezarem a religião que a seita promove, os donos de restaurante e moradores deixam de entender do que se trata essa cultura.

Segundo o site da seita, Satã é um "rebele, símbolo da natureza, da liberdade individual, mais do que uma deidade ou ser sobrenatural".

Desacordo

Os idealizadores da ação querem ainda levar a imagem para as ruas, expondo-a em praça pública. Após polêmicas lutas judiciais, a Suprema Corte Americana decidiu que deixar a imagem nas ruas viola a Constituição Americana, que é contra o uso de propriedades do governo a favor de religiões.

Contudo, o governador do estado de Arkansas firmou em abril deste ano um projeto de lei que autoriza a construção de um monumento aos Dez Mandamentos no Congresso. #Comportamento #EUA