Na província chinesa de Hudei, um homem de 45 anos atropelou um grupo de idosas, fugindo com sua moto, sem saber que tinha matado sua própria mãe.

A matéria do “The Mirror” informa que o condutor não saberia que tinha atropelado sua mãe, sendo mais tarde informado pela Polícia Chinesa que sua mãe tinha morrido num caso de atropelo e fuga. O chinês está se desculpando às autoridades dizendo que entrou em pânico e que não queria assustar seu filho, mas esta desculpa não foi aceita pelos responsáveis pelo caso.

Apesar de parecer ficção, esta tragédia aconteceu de verdade e está chocando todo o mundo. Um motoqueiro estava viajando com o seu filho de 10 anos, quando este atropelou violentamente um grupo de idosas na rua.

Publicidade
Publicidade

O “The Mirror” afirma que Xiong Ku, depois do acidente, pegou em seu filho e colocou-o na moto, fugindo rapidamente do local em pânico. Horas mais tarde, o chinês recebeu um telefonema da Polícia Chinesa, informando que sua mãe teria morrido num atropelamento e que o motoqueiro tinha fugido. Rapidamente, o chinês se apercebeu que tinha sido ele o criminoso.

Xiong Ku entregou-se no dia seguinte às autoridades, com consciência pesada por ter matado sua mãe e fugido do local. O detido acabou confessando todos os crimes, mas tentou-se justificar por falta de luz no local e de ter fugido depois do atropelamento pois teria entrado em pânico e não queria assustar seu filho. Na chegada ao local, a equipe de resgate acessou ao local, mas já era tarde: as idosas tinham morrido, incluindo a mãe do motoqueiro.

Publicidade

Esta matéria, por ser hilária e ao mesmo tempo trágica, está chocando a imprensa internacional, bem como milhares de internautas que nas redes sociais se questionam sobre sanidade mental do motoqueiro. O chinês, segundo informações fornecidas pela Polícia Chinesa, está preso preventivamente, aguardando para seu julgamento no Tribunal Chinês, acusado de vários crimes. Seguindo a tradição de rigidez, a Justiça local pode condená-lo a penas bastante duras, que incluem a condenação à prisão perpétua. #Curiosidades #China