O mundo tem assistido, nos últimos dias, a imagens impressionantes sobre a #Crise dos imigrantes no Leste Europeu. Devido às guerras, extrema pobreza, políticas de repressão religiosa e outros fatores, muitos cidadãos deixam seus países de origem e caminham em direção ao continente europeu. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), somente em 2015 o número de imigrantes que chegaram na #Europa seria superior aos 200 mil. Este número diverge do levantamento realizado pela #União Europeia que aponta para a chegada de quase 350 mil imigrantes no mesmo período.

As pessoas recém chegadas são de países como a Síria, Líbia e Iraque.

Publicidade
Publicidade

Estes países referidos estão em guerra e a única saída para as famílias é deixar tudo para trás e buscar uma nova vida. Os líderes dos países da União Europeia não sabem como reagir a essa chegada em massa de imigrantes e aumentam a segurança nas fronteiras, tentando evitar que mais pessoas ingressem de forma ilegal no continente. 

Os representantes da Alemanha, do Reino Unido e da França pediram uma reunião de emergência para debater e procurar soluções que amenizem esse problema humanitário sem precedentes na Europa. Os líderes apontam que os países precisam se preparar para a enorme chegada de pessoas, cadastrá-las e identificar famílias para que possam direcionar ajuda aos mais necessitados. Claro que não esquecem a questão da segurança e o fato de que muitos terão que ser deportados e levados de volta ao país de origem devido a falta de documentos, por exemplo.

Publicidade

O número de imigrantes que tentam entrar na Europa duplicou em apenas 12 meses. Em 2014 a quantidade de pessoas foi de pouco mais de 120 mil. Somente nos primeiros sete meses de 2015 esse número passou dos 300 mil causando uma crise imigratória no Velho Continente. Os países no Leste Europeu são os que mais recebem imigrantes por possuírem fronteiras que podem ser ultrapassadas a pé, de carro, ônibus ou de trem.

Leia mais sobre a crise da imigração na Europa

Polícia da Macedônia tenta conter imigrantes e usa da violência. Clique e leia.

Refugiados são encontrados mortos na Áustria. Clique aqui e leia.