Dois emigrantes portugueses e um francês foram detidos pelas autoridades espanholas depois de terem roubado carros e atropelado um agente da “Guardia Civil” quando eles tentavam chegar a Portugal em fuga.

Tudo se passou na cidade espanhola de Salamanca na manhã de hoje, quando as autoridades locais foram avisadas pelos populares de que pelo menos dois carros tinham sido roubados por três homens.

Os criminosos estavam tentando sair da Espanha para chegar a Portugal com um Audi roubado, mas foram surpreendidos e detidos pelos policiais espanhóis, como afirma o site português “Noticias ao Minuto”.

Hoje, dia 18 de agosto, na cidade de Salamanca, dois portugueses e um francês, todos com 30 anos, foram apanhados em flagrante pela “Guardia Civil” espanhola, não antes de um policial ter sido atropelado na tentativa de fuga.

Publicidade
Publicidade

Os três homens detidos estão sendo indiciados por crimes de roubo de carros, atropelamento a um agente de trânsito e condução sob o efeito de substâncias ilegais.

Quando as autoridades locais conseguiram travar o Audi roubado, no seu interior existiam vários objetos, também roubados durante a estadia desses três homens em território espanhol. Segundo a imprensa portuguesa, em poucas horas, os portugueses, possivelmente vivendo na Espanha, e o francês roubaram dois carros diferentes, tentando entrar em Portugal com um Audi, depois de terem roubado um Opel.

Nessa mesma fuga, os homens estariam desesperados e atropelaram um policial, bem como bateram em um carro de um agente da “Guardia Civil”. Os três detidos estão sendo agora interrogados pelas autoridades locais e vão ser ouvidos no tribunal de Salamanca.

Publicidade

Numa altura em que os emigrantes portugueses estão causando problemas em Portugal com muitas manifestações violentas, essa noticia só está prejudicando a imagem dos portugueses, que graças à grave crise econômica que está vivendo em Portugal, leva a que muita gente perca a cabeça e tome atitudes completamente desesperadas como esse caso de roubo e atropelamento de um policial espanhol. #Justiça #Crime